Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas, contos e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


naked-1847866_960_720.jpg

Viva!

Já de olho numa segunda nomeação aos Sapos do Ano, da qual saí vencedora o ano passado, na categoria Sexualidade, para hoje escolhi apelar novamente ao tema sexo, um sucesso de leitura. Visa assim este post desconstruir alguns mitos à volta do sexo no masculino, mais não seja porque muitas de nós acreditam piamente que para os homens é tudo fácil nesse campo.

Sabendo que não é bem assim que a banda toca, a jornalista e escritora Isabel Stilwell, num artigo para a Máxima, valida (ou não) umas quantas máximas tomadas como dogmas, mas que na verdade não passam de falácias. Curiosa para saber quais as verdades e mentiras sobre os homens e o sexo? Ei-las!

Estão sempre prontos para a ação? Falso!
De acordo com o sexólogo Júlio Machado Vaz, este é um mito que assombra a vida de muitos homens, receosos de não preencherem os requisitos para serem definidos como 'normal'. Também eles lidam com dificuldades sexuais, às vezes mais graves que as das mulheres, sendo as mais frequentes a ejaculação precoce, a disfunção erétil e, cada vez mais, a falta de desejo.


Acham sempre que são bons amantes? Falso!
Na ótica do sexólogo Pedro Nobre, "os homens tendem a subestimar a sua resposta física, acreditando que é menor do que na realidade é". Trocado por miúdos isto quer dizer que a insegurança deles em relação à performance é bem maior do que se pensa.


A novidade é sempre melhor? Depende!
Júlio Machado Vaz considera que, com a maturidade, a vida sexual pode tornar-se mais gratificante, seja pela intimidade obtida, pela queda de tabus ou por uma maior autoestima. Moral da estória: com o passar do tempo a diminuição da frequência pode revelar-se inversamente proporcional ao aumento da qualidade de uma relação sexual.


O desejo vai diminuindo com a idade? Verdade!
"O desejo, em geral, vai diminuindo de intensidade, como tantas outras variáveis fisiológicas", explica Júlio Machado Vaz. Quanto a isso nada a fazer, a não ser recorrer ao comprimido azul.


O orgasmo feminino é um bónus, mas não essencial? Falso!
Para alguns homens, o atingir do orgasmo por parte das mulheres reforça o seu ego, provando a sua "eficácia" sexual. Não conseguir que a parceira atinja a satisfação plena pode tornar-se problemático para a relação, pela frustração que acarreta para ambos os parceiros.


Os homens não fazem frete no sexo? Falso!
"Eles também fazem frete, claro. É evidente que fingir ou forçar uma ereção não é tarefa fácil, mas ouço relatos de quem é obrigado a fantasiar com outras mulheres para se excitar", esclarece Júlio Machado Vaz.


20 minutos é o tempo aceitável para uma relação sexual? Falso!
"Muitos são aqueles que pensam que uma relação sexual abaixo deste limite de tempo corresponde a um problema de ejaculação prematura. É manifestamente exagerado e resulta de uma mensagem muito alimentada pela indústria pornográfica que é, para muitos, o primeiro contacto e fonte de informação sexual. A média real é entre 2 e 5 minutos", garante o especialista.

Single mine, espero que este artigo tenha servido para elucidar algumas crenças sobre os homens e o sexo, sobretudo para deixar claro que também eles estão sujeitos a pressões sociais, constrangimentos físicos, limitações fisiológicas e até inseguranças psicológicas. Nunca é demais salientar que eles nem sempre dão conta do recado, não pensam "naquilo" o tempo todo nem saem por aí a "papar" tudo o que lhes aparece pela frente. Claro que existem umas quantas exceções, coisa pouca, tipo 50%.

Antes que seja inundada por uma chuva de protestos por parte daqueles que não se reveem nesta minha estatística, dou por encerradas as provocações do dia. Deixo-te com aquele abraço amigo e a garantia de estar de volta antes do final da semana. Hasta!

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De João a 18.10.2019 às 13:46

A menina LegoLuna

Por caso pertence alguma casa Lunas em França?

De acordo com o sexólogo Júlio Machado Vaz, este é um mito que assombra a vida de muitos homens, receosos de não preencherem os requisitos para serem definidos como 'normal'. Também eles lidam com dificuldades sexuais, às vezes mais graves que as das mulheres, sendo as mais frequentes a ejaculação precoce, a disfunção erétil e, cada vez mais, a falta de desejo.

Correto, estou completamente de acordo com a insignificância do medo da performance de não ser o tal Macho, se o homem não pensar com a cabeça de baixo e dar o máximo prazer à mulher, com os preliminares e falo concretamente no toque, o beijo nos seios e nos lábios inferiores e dependendo de mulher para mulher o lábio exterior, beijo nos joelhos e no pescoço que arrepia qualquer mulher e não precisamos de usar a cabeça de baixo, após este processo da intimidade, ela manda, ela quer porque conseguimos criar a Climax nela própria e o mera ferramenta do Macho já com a lubrificação realizada a penetração faz com a sua naturalidade.

Portanto qualquer homem macho ou não, aprenda isto, é tão fácil, elas mandam, elas realizam a gestação, elas também manipulam e eu entendo porquê, durante todo o percurso natural da mulher ela quer o melhor para sua descendência, o melhor é ter melhores condições de vida, para não ter dificuldades na vida quando criar os seus filhos.

A excitação na mulher, depois de brincarem com os preliminares, o sexo, os beijos, depois disso, o homem pode ir mais longe, não se ejacular e ficar horas sem se vir e neste processo, existem mulheres numa noite tem muitos orgasmos é verdade isto, elas tem esta valência de ser multiplicador, nós homens somos insignificantes de termos um orgasmo, mas nós conseguindo satisfazer a parceira em 5 até 10 orgasmos ficas ao mesmo nível de importância. Aqui após este climax, o interesse em dar à tua parceira, o AMOR nasce.

A vida são um conjunto de interesses, é. E o ponto G da mulher que fica a 45º do nosso lado esquerdo é uma membrana que pressionada com o polegar podemos recriar o processo da gravida quando está em processo de parto, é incrível e por isso que digo aos rapazes, homens, aprendam a gostar da mulher desta forma, primeiro Ela e precisam de mentalizar na vossa minúscula cabeça este princípio.

Cumprimentos,
João
Imagem de perfil

De LegoLuna a 18.10.2019 às 17:42

Novamente, avassalador.
Obrigada
Parece ter bastante conhecimento de causa sobre o assunto. Quem sabe não poderá partilhar connosco um dia destes um pouco da sua experiência.
Sem imagem de perfil

De João a 18.10.2019 às 18:50

Eu não sou deste mundo, sou de tempo do conservadorismo, a minha alma tem 500 anos e se diz que sou avassalador, talvez seja sou uma pessoa que procura a verdade de tudo.

Se os homens, seus amigos seguirem à risca esta instrução de trabalho, como se fosse uma gestão integrada da qualidade, se eles derem a primazia às mulheres, no que toca ao sexo, seguindo todos os passos que atrás mencionei.

As mulheres depois do sexo e consequência com aumento de prazer e de orgasmos, não se vão levantar da cama para ir à casa de banho para te tentar encontrar a tal ligação de prazer que muitas delas (mulheres) não encontram prazer na cama e procuram fora.

Tive experiência de mulheres casadas e que contavam as suas vidas, quando ninguém as escutava, esta questão do sexo não é só penetração, existiam alturas que a língua e o toque eram as minhas ferramentas e agora relembrando as situações, ficamos a pensar que tudo podia ser evitado. Existiam mulheres que só de beijar os lábios e os seios, ficavam molhadas, outras não e era preciso mais tempo para quebrar os traumas e muitos dos homens não foram educados e nem sequer estudaram estas situações de melhoria continua nas relações.

A minha experiência de facto é vasta, mulheres que tem traumas de não conseguir relacionarem e ao mesmo tempo não criam a lubrificação desejada e como a amiga Luna deve estar de acordo comigo, só existe prazer no coito quando existe lubrificação, é errado estar a usar lubrificantes vai assim limitar a hipofise, não obriga o cérebro a produzir tais hormonas e torna se demasiado artificial.

Cada mulher é um mundo à parte, o sexo é importante, mas como já afirmei se não existir vontade para o fazer não vale pena, se a hipofise do casal não estiver em consonância os dois não vai criar o ambiente, é preciso o olhar, o riso, o toque o ambiente do momento.

A forma como se toca, é uma excelente ferramenta deixa a pele toda arrepiada, por isso que digo a todos dêem primazia à LegoLuna ou como qualquer outra

Cumprimentos
João
Imagem de perfil

De LegoLuna a 18.10.2019 às 18:58

👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Blog do Ano




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog