Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!

15
Jul22

Tristeza não é depressão

por Sara Sarowsky

girl-3394947_1920.jpg
Ora viva! ✌️ 

Tenho por hábito à sexta-feira só falar de temas triviais, pois penso que, após cinco dias consecutivos de compromissos e afazeres, merecemos leveza e descontração. Hoje, contudo, vou abrir uma exceção para falar de um tema um tanto ou quanto deprimente, sem bem que revelante.

A saúde mental nunca esteve tão na ordem do dia como nos últimos tempos, mais precisamente nos últimos dois anos. A pandemia, e o impacto devastador que teve na vida de tanta gente, veio apertar o gatilho de uma arma que há muito estava apontada à cabeça da nossa sociedade.

Eu acredito que o bem estar pleno de qualquer ser humano passa pelo salutar equilíbrio entre o físico, o mental e o espiritual, ou seja, passa por uma perfeita harmonia entre o corpo, a cabeça e alma. Se uma dessas áreas está comprometida, os restantes dois ressentem-se. Quanto a isso não há volta a dar e é bom que tenhamos consciência disso.

A saúde mental é, pois essencial, à felicidade humana. E a felicidade humana é fruto de pensamentos, emoções e sentimentos, uns bons outros maus, mas todos necessários ao nosso autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e evolução espiritual.

Aonde quero chegar com esta conversa? Que é natural sentirmos tristeza, que é natural vivermos dias menos bons, que é natural irmos abaixo, que é natural sentirmo-nos esgotados, que é natural perdermos a esperança.

O que não é aconselhável é deixarmos que um estado de espírito, que é suposto ser temporário, se prolongue no tempo, roubando o protagonismo à alegria de viver, assumindo o comando da nossa vida. Cumpre, portanto, esta crónica a missão de te relembrar que a tristeza é uma emoção natural, passageira, necessária até. 

Nos dias de hoje a sensação que dá é que estar triste é algo mau, que faz logo soar os alarmes, como se tivéssemos a obrigação de estar felizes e contentes o tempo todo. Por outro lado, fala-se da depressão ao menor sinal de tristeza. Será que sabemos de facto qual a diferença entre uma coisa e outra, entre estar triste e estar deprimido?

De modo a não haver dúvidas entre uma coisa e outra, eis-me aqui a partilhar contigo as suas principais diferenças, identificadas por Ron Yap, coach de bem-estar mental. São elas:

Tristeza
É uma emoção
Desaparece passado um tempo
Não afeta as rotinas diárias
Permite-nos fazer coisas
Não causa pensamentos suicidas
Está associada a um gatilho específico
Ainda sentimos esperança e que a vida tem significado
Não afeta a saúde física
 
Depressão
É uma doença
Dura algum tempo
Interfere com as rotinas diárias
Provoca fatiga extrema
Causa pensamentos suicidas
É causada por vários motivos ou até mesmo por nenhum
Gera sentimentos fortes de desesperança e insignificância
Causa desconforto, dor, sono e mudanças no apetite
 
Meu bem, como acabaste de ler, tristeza não é depressão, assim como estar temporarimente com o espírito em baixo não é sintoma de doença mental. A depressão sim é um problema de saúde sério, a que não se pode fechar os olhos, menos ainda virar as costas. Eu dela cheguei a padecer, por isso sei do que falo.
 
Toma conta de ti e bom fim de semana! 💋

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D