Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!

03
Jan22

271177279_6265518697189_23675552130139213_n.jpeg
Ora viva! 💫

'Ano novo, vida nova' é o que mais ouvimos entre a virada do ano e os primeiros dias de janeiro. Nesse entretanto, somos assaltados por introspeções, reflexões, decisões, resoluções e afins, tudo no intuito de darmos uma repaginada à nossa vida, almejando ser/ter mais e melhor. Coisa que, sabemos nós bem, só será possível se houver alteração de comportamento (seja ela a que nível for).

É precisamente sobre ventos de mudança que assentam as previsões energéticas para este primeiro mês de 2022. O ano recém-chegado demanda jogo de cintura, para gerir os imprevistos, bem como coragem, para enfrentar o que ainda está por vir. Ninguém melhor do que a nossa spiritual coach, Isabel Soares dos Santos, para te explicar o que esperar dos próximos 31 dias.

O primeiro mês do ano brinda-nos com a carta de tarot 'A Mudança'. Vamos ter um mês de imprevistos e mudanças rápidas. Desengane-se quem pensa que o pior já passou, ainda não chegámos ao primeiro looping da montanha russa.

Neste arranque do ano seremos brindados com um mês intenso, muitas coisas a acontecerem ao mesmo tempo e muitos imprevistos para gerir. Aproveita todos os momentos para repores energias: descansar, meditar, fazer caminhadas, contemplar a natureza, beber muita água, fazer uma alimentação saudável, ler, fazer terapia, yoga.

Aconselho-te vivamente a veres este vídeo das previsões, de modo a melhor compreenderes o que aí vem. Desejo do fundo do meu coração que todos consigam aprender a ser amor no meio do caos. Desejo-te um mês repleto de amor divino, saúde, abundância e sabedoria interior!

Abraço de Amor,
Isabel 💗

Quanto a mim, só tenho a desejar-te um ano fantástico, repleto de boas energias, momentos felizes e pessoas espetaculares. Aquele abraço amigo e até breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Jul21

girl-2573111_1920.jpgOra viva! 🍀

Um papo domingueiro com uma amiga adorável, e adorada, inspirou-me a escrever esta crónica, dedicada ao mudar de vida, mais concretamente ao momento ideal para o fazermos. Antes de adentrar pelo assunto, abro um parêntesis para fazer uma atualização do meu quadro clínico: há quatro dias que não tenho qualquer sintoma e deverei ter alta depois de amanhã. Escuso descrever o alívio e a gratidão que me assolam, afinal consegui sair ilesa de mais esta provação da vida.

Quanto ao tema de hoje, trouxe um artigo da executive & life coach Mafalda Almeida, que retrata na perfeição aquilo que vai na alma de quem se encontra num momento de viragem da sua vida, como é o meu caso, em que vou abraçar uma mudança radical.


Dedico esta crónica a todas as pessoas que acreditam que existe uma idade limite para seguirem os seus sonhos, para mudarem de vida e seguirem a voz do coração. Esta é uma crença na qual muita gente decide acreditar, e cuja “desconstrução” poderá ser realizada com as ferramentas certas (coaching e mentoria, por exemplo).

Conheço pessoalmente casos de clientes minhas que se agarram com “unhas e dentes” ao vício do ordenado ao final do mês, optando por viverem infelizes o resto das suas vidas, em nome do medo do incerto, em nome dos encargos financeiros e morais, em nome de uma vida que foram construindo e que agora simplesmente está a deixar de fazer sentido.

Sei que é possível mudar, porque eu mesma sou prova disso, e também sei que todas somos capazes de o fazer. Não me estou a referir somente ao âmbito profissional, como certamente já entendeu. Refiro-me a tudo. Conheço pessoas que criaram condições para realmente e finalmente serem felizes, e viverem de acordo com aquilo que lhes faz sentido. E essas pessoas são de todas as idades, de todos os níveis sociais. Ter a oportunidade de as acompanhar, é uma enorme honra, acredite.

Refiro-me a pessoas que colocam alguma situação ou circunstância em causa, em determinada altura da vida, e entram em ação, porque essa circunstância está a tornar-se demasiado incómoda. Tão incómoda que chega a começar a “doer”, como dizemos em desenvolvimento pessoal.

A boa notícia é que não é preciso chegar ao ponto de “dor” para se criar a mudança nas nossas vidas. Basta querer (parece simples, mas eu sei que não é, acredite). Deseja considerar algumas sugestões? Aqui estão elas:

1. Defina para onde deseja ir, e depois disso trace uma estratégia para lá chegar. Essa estratégia deverá envolver todos os recursos de que necessita: Tempo, pessoas, dinheiro, vontade, aprendizagens novas… Do que necessita para que a mudança aconteça? Quando é que considera obter estes recursos? O que vai fazer para os conseguir?

2. Recorde a premissa: se queremos resultados diferentes, devemos fazer as coisas de forma diferente. E… devemos também tomar decisões. Muitas vezes as decisões passam por “deixar algo cair” na nossa vida, principalmente aquilo que não nos está a ajudar a caminhar em frente e que por isso também não nos vai ajudar na mudança que desejamos alcançar.

3. Dê pequenos passos de cada vez, e celebre cada pequena conquista. Em qualquer idade ou circunstância, a celebração é fundamental, no sentido de reforçar o nosso “músculo da coragem” e a nossa confiança.

4. Esteja em constante movimento e aprendizagem. Não existe idade limite para aprendermos, certo?

5. Tenha sempre presente na sua mente que a idade não é um impedimento para nada. Pode sim estar implementada em si como uma crença que está a limitar a sua entrada em ação ou tomada de decisão. Conheço empreendedores jovens que construíram empresas milionárias, tal como conheço pessoas com 50 anos que mudaram completamente o seu contexto profissional e/ou pessoal. Basta querer, e entrar em ação, seguindo sempre o nosso coração, as nossas bases, os nossos valores.

Sabe de uma coisa? A capacidade é um estado de espírito. Fica o desafio! Se existe algo na sua vida que deseje mudar, porque não? Estou por aqui, obrigada pela confiança!

Da minha parte, só tenho a acrescentar o seguinte: a mudança aó assusta até à tomada de decisão. Para o caso de dúvidas persistentes, esta canção dos Humanos vai falar diretamente ao teu coração e ajudar-te no processo. 

Boa semana!

Autoria e outros dados (tags, etc)

14
Abr21

Sejamos parte da mudança!

por Sara Sarowsky

FOTO FAMILIA CONGRESSO - 11 DE ABRIL-reduzido.jpegViva! 👋

Hoje quero partilhar contigo a minha segunda crónica para o Balai Cabo Verde, o portal de notícias com o qual iniciei há poucas semanas uma colaboração como cronista. Neste artigo abordo a mensagem por detrás do tal congresso internacional que me trouxe de volta à terra que me viu nascer. Boa leitura; melhor dizendo, boa reflexão!

Sejamos parte da mudança!

Tenho o privilégio de escrever esta segunda crónica a partir de Cabo Verde, facto inédito neste meu percurso de blogger e cronista. Apesar de ser a terceira estada na terra que me viu nascer, desde que criei o Ainda Solteira, das vezes anteriores faltou oportunidade, vontade, e, sobretudo, inspiração para tal. Da primeira, em junho de 2015, estive em modo dolce fare niente, depois de um período turbulento a nível profissional, e da segunda, em abril de 2019, em modo luto, para o funeral do meu pai. Assim, este é, pelos motivos há pouco mencionados, um momento deveras especial.

A razão desta minha vinda, em plena pandemia, ciente de todas as restrições a ela inerentes, prende-se com o convite para marcar presença, na qualidade de oradora internacional, no congresso ‘Mulheres em Ação’, ocorrido este domingo, 11 de abril, na capital cabo-verdiana. Sob o tema ‘Seja parte da mudança’, o evento reuniu um impressionante número de mulheres de várias idades, credos, crenças, profissões e motivações, unidas por uma causa comum: o seu papel enquanto agente da mudança. É precisamente neste ponto que quero focar esta crónica.

Ser mulher é um desafio inato e eterno, disso convém estarmos todos conscientes, e conformados. Ser mulher que ambiciona fazer a diferença é ainda mais desafiador, sobretudo num país aonde é descarado o poder de uma educação machista e desigualitária. Enganados estão aqueles que pensam que isso é razão para baixarmos os braços e vergarmo-nos ao peso da realidade dos factos. Falando por mim, e por todas aquelas poderosas com quem tive a honra de privar no referido congresso, é cada vez mais incontestável que a mudança de paradigma em relação ao nosso papel na sociedade em geral, e no mundo empresarial em particular, é inevitável, inadiável mesmo.

A mudança está a acontecer minha gente! E cada uma de nós deve assumir, sem delongas nem hesitações, o seu papel de agente impulsionador. O desafio de corrermos atrás dos nossos sonhos já não pode esperar, daí que seja hora de empinar o nariz, elevar a tez, ativar a determinação e encontrar soluções para a concretizarmos. É hora de encararmos a vida olhos nos olhos e dizer-lhe que o comando é nosso e que não existe a mais remota hipótese de o cedermos a quem quer que seja. E saber que, no fim, o sucesso nos espera, só nos faz ter a certeza de que o caminho é esse.

Afinal, somos mulheres que não se acomodam; que não obstante o chorrilho de críticas, preconceitos, obstáculos e boicotes, têm a força e a coragem para investir, insistir, persistir, construir... desistir é que não, pois se o fizermos estaríamos a abrir mão dos nossos sonhos, de nós mesmas, do nosso protagonismo no teatro das operações. Mulheres assim são a prova viva de o nosso lugar é onde quisermos, de que podemos fazer mais, de que merecemos melhor. Por isso teremos que fazer, obviamente, mas isso é assunto para outra oportunidade.

Termino com o seguinte lembrete: se queres que mude alguma coisa na tua vida, muda tu, pois quando mudas, tudo o resto à tua volta mudará. Vai por mim, que este é um dos segredos do meu sucesso!

Despeço com aquele abraço amigo de sempre, salpicado de morabeza!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D