Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!

03
Fev23

Fundamental é mesmo o amor...

por Sara Sarowsky

jakob-owens-X7ATHGS1z9Q-unsplash.jpg
Ora viva! 👋

Hoje não há tempo para parir nenhuma crónica original, mas isso não quer dizer que vais ficar de olhos a revirar. Nada disso! Comigo trouxe o editorial de fevereiro da revista Saber Viver, da qual gosto muito, assinado pela diretora Tânia Alexandra e dedicado ao tema mais pertinente neste mês: amor.

Espero que o texto abaixo te inspire tanto quanto a mim e que faças bom uso das ilações a ele subjacentes.

Fundamental é mesmo o amor...

Crescemos a suspirar com histórias de amor perfeitas – que estão sempre no nosso imaginário, independentemente da idade – e a desejar ter uma relação onde tudo acontece como nos filmes, com a tal banda sonora que até parece ter sido escrita a pensar em nós.

Acredito em histórias de amor e em finais felizes, mas não tanto em relações perfeitas.

No início, os apaixonados exacerbam o que adoram e o que lhes atrai no outro e ignoram ou recusam ver o que não gostam. Os ‘defeitos’ ou as diferenças acentuam-se com a continuidade da relação, com a partilha da vida 24 horas por dia, todos os dias.

"Quem consegue controlar o quanto ama? Se conseguimos controlar, não é amor. Não sei que nome tem, mas não é amor – Julian Barnes"

A convivência é um desafio permanente que põe à prova o mais nobre dos sentimentos, o amor, e, por isso, este mês decidimos reunir bons conselhos e estratégias para que se inspire, cuide de si e da sua relação.

Falámos com diversos psicólogos e sexólogos para tentar compreender as diferentes fases do amor, o poder da química e da paixão, a importância da comunicação e da cumplicidade sem que isso anule a individualidade, o bem-estar sexual e os desafios permanentes que se colocam às relações duradouras.

Numa edição que enaltece o amor como fonte de inspiração nas artes, no cinema, nas canções, nos universos da beleza e da moda, deixamos-lhe também algumas reflexões: O que tem feito por amor e o que (não) seria capaz de fazer? E se o amor está presente de diversas formas, será que precisa de fazer mais pela sua relação amorosa, família, amigos ou pelo amor a si própria (afinal, somos a nossa relação mais duradoura!)?

Todos precisamos de amor. Nas mais diversas formas em que ele se manifesta. E se é muito fácil esquecermo- nos disto e cedermos ao ritmo alucinante do dia a dia, há que parar o "filme" mais vezes e pensar se o estamos a "representar" como devemos e merecemos.

É, por isso, urgente educar para os afetos, é urgente cuidar das relações, dar e receber. Trabalhar a capacidade de amar, conquistar, dar tempo, não desistir dos outros e, sobretudo, não desistir de si! Encontre espaço e tempo para amar.

"É impossível ser feliz sozinho", já dizia Tom Jobim…

Beijo💋 bom e ótimo fim de semana!

Autoria e outros dados (tags, etc)

01
Fev22

68BA185C-1B03-4392-9936-769E7705E28C.jpegViva! ✌️ 

Janeiro findou. Ufa, que mês turbulento, caramba! Tenho a sensação de que já se passou um século desde a passagem de ano. Acaso, terás tu a mesma impressão? Auspiciosamente, o mês do amor - que por coincidência é também o mais frio do ano - entrou com sol, temperatura amena e cheiro de amor no ar.

Ultrapassado que está o primeiro mês do ano, um dos mais difíceis de 2022, de acordo com os entendidos na matéria, eis que entramos no mês mais curto do calendário sob a energia do apego ao passado. É melhor deixar que a própria conselheira espiritual deste blog, Isabel Soares dos Santos, te diga o que esperar dos próximos 28 dias.

Um dos meses mais desafiantes do ano já passou e devemos mesmo celebrar 🥳.

Entramos em fevereiro com uma maior leveza energética e com uma extraordinária janela de oportunidade: a partir do dia 5 de fevereiro não teremos planetas retrógrados até ao início de abril. É tempo de arregaçar as mangas e dar tudo pelos nossos objetivos.
 
O Tarot brindou-nos com a carta 'Agarrado ao passado' para nos relembrar de tudo o que ainda é necessário libertar… Não basta sonhar, é importante perceber o que ainda não nos permite realizar os nossos sonhos.
 
Será um mês de aprendermos a desapegar. Deixar ir de vez os pesos do passado que não nos permitem ainda ser felizes.
 
💕 Aconselho-te vivamente a veres este vídeo para compreenderes um pouco melhor estas previsões.
 
Desejo do fundo do meu coração que consigas desapegar e viver mais em amor. Que o teu fevereiro seja repleto de amor divino, saúde, abundância e sabedoria interior!
 
Abraço de amor,
Isabel 💗

Quanto a mim, só me resta reforçar estas últimas palavras e torcer para que fevereiro nos seja amoroso, em todos os sentidos. Estarei de volta na sexta-feira, até lá deixo-te com aquele abraço amigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Fev20

83554776_1314228452113668_2859743157304688640_n.jp

Viva!

A semana - amena e ensolarada - arranca com as previsões energéticas para fevereiro, o mês do amor, da folia e da despedida do inverno. De acordo com a nossa guru espiritual, Isabel Soares dos Santos, este segundo mês do ano reserva-nos, entre muitas coisas auspiociosas, uma maravilhosa energia de amor puro.

O primeiro mês do ano chegou ao fim, e, com ele surgiu uma necessidade de transformação nas mais variadas áreas da vida. Por muito que queiras continuar a fugir de ti mesma, o universo vai colocar no teu caminho todas as aprendizagens necessárias até teres a coragem de ver a verdade e tomares a decisão de transformar o que precisa de ser transformado.

E seguimos para fevereiro 😍 com uma energia mais leve e com uma sutil sensação de "o amor anda no ar" 💗 E anda mesmo! Para quem tem feito um caminho de autoconhecimento e perdão, é chegado o momento de começar a assistir ao desenrolar dos acontecimentos. É como se nos últimos meses e, até anos, tenhas estado confortavelmente sentada a ver o filme da tua vida. Nos últimos 3 meses, principalmente, foste empurrada para assumir o papel de protagonista nesse filme. Por isso, se tiveres a coragem de assumir todo o teu poder pessoal, de entrar dentro do teu filme e reescreveres a história, serás abençoada com a energia do amor puro, aquele amor que tudo cura e que te dá energia para mudar o mundo (mudar o teu mundo).

Se, por outro lado, fazes questão de continuar confortavelmente sentada no sofá a ver a vida passar, é bom que estejas atenta aos sinais para te poderes proteger e precaver, pois podes ser surpreendida. 2020 não é para brincadeiras. Ou mudas ou és "obrigada" a mudar. Escolhe um caminho melhor para ti. Escolhe o perdão. Escolhe a cura. Escolhe a aceitação. Escolhe a gratidão. Escolhe tudo o que mais precisas. Não fiques à espera que algo ou alguém te venha curar. Tu és a única que tens o poder para transformares a tua realidade. Escolhe-te a ti de uma vez por todas. E deixa de ficar à espera que os outros tenham pena de ti e te venham salvar. Só tu tens o poder para te salvares. Tudo depende de uma única coisa: da tomada de decisão. Quando decidires que já chega. Que chegou o momento de cuidares de ti com amor. Que está na hora de seres mais feliz, tudo vai começar a mudar. Só depende da tua escolha.

Para quem já tem feito um caminho de despertar, fevereiro será um mês maravilhoso. A única coisa que tens a fazer é estar atenta aos sinais, pois vais receber muita informação preciosa para os próximos anos. Por isso, para quem precisa de começar uma "rotina saudável da mente" e para quem pretende manter-se conectada nesta energia de amor puro, deve:
🌟Meditar todos os dias, nem que sejam 5 minutos. Com música ou sem música, tira uns minutos só teus todos os dias.

🌟 Beber bastante água (de preferência alcalina) para purificares o corpo.
🌟Fazer exercício físico todos os dias, nem que seja dar uma caminhada pelo quarteirão.
🌟 Alimentares-te de forma saudável todos os dias.
🌟Praticar a gratidão. De certeza que todos os dias tens algo para agradecer, nem que seja por estares viva. Por isso, agradece todos os dias. Quanto mais agradeceres, mais receberás.
🌟Praticar o amor incondicional. Como fazes isso? Ajuda um estranho; preocupa-te com as pessoas à tua volta; liga a um amigo com quem já não falas há muito; bate à porta de um vizinho e pergunta se precisa de alguma coisa... tens tanto por onde escolher...

Se viveres em amor puro e gratidão todos os dias, estarás sem dúvida, mais próxima de uma vida feliz e realizada. Por isso, durante este mês, não te esqueças de silenciar a mente, para ficares atenta aos sinais. Vais sentir uma energia maravilhosa que te irá guiar e apoiar em todos os momentos, mesmo quando te sentires perdida. Se ficares atenta aos sinais, saberás ver qual o caminho certo a seguir.


Desejos de um mês cheio de amor!
Abraço de Luz,
Isabel 💗

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade



Posts mais comentados



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D