Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!

28
Out15

maxresdefault.jpg

 

Um artigo publicado esta semana pela revista Maxmen vem (uma vez mais) confirmar uma prática da qual sou adepta assumida desde sempre.

 

"Um médico francês apresentou os resultados de um estudo, sobre o uso do soutien, que levou a cabo durante 15 anos. E nas conclusões escreve que o soutien é um acessório desnecessário e pode ser mais prejudicial à imagem das mulheres do que benéfico. Depois de pedir a várias mulheres que andassem sem soutien, chegou à conclusão que os seios beneficiam da ausência do apoio e ficam mais firmes. 42% das mulheres confessou sentir algum desconforto nos três primeiros meses em que andou sem soutien, mas que esse desconforto desapareceu depois. O especialista defendeu, contudo, que o uso do soutien é recomendado durante a prática de exercício físico, como a corrida ou desportos de contato, de forma a defender os músculos que suportam os seios."

 

Pessoalmente, não vejo necessidade de eliminar completamente esta peça do guarda-roupa, afinal o soutien também tem os seus prós, mas antes limitar o seu uso ao essencial. Claro que com o passar dos anos, e com a lei da gravidade a jogar a nosso desfavor, este, sobretudo os modelos push-up, acabam por assumir o papel principal na nossa feminalidade, especialmente na hora de conseguir aquele decote para ninguém por defeito.

 

Mas em casa precisamos mesmo dele? Uma ex-BFF minha (a quem um dia destes dedicarei um post em jeito de homenagem) usa o soutien 24h/7 dias desde que lhe surgiram os meus primeiros botões. Faz-me imensa confusão essa adição, mulheres que se agarram a esta peça como se a sua vida dela dependesse, até porque é tão bom não ter nada a apertar e sentir o sangue a circular leve, livre e solto pelo nosso corpo.

 

Amiga solte-se e assuma os seus seios au naturel, porque se nascemos sem ele é porque podemos muito bem viver sem ele!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade



Posts mais comentados



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D