Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!

30
Jan17

21e230d9fe4a07db020e75433e9ae160_original.jpgOra viva!

Nesta última segunda-feira do primeiro mês do novo ano, escrevo-te de um dos sítios mais improváveis e desinspiradores que imaginar possas: o centro de (des)emprego. Enquanto aguardo a minha vez, tal e qual a ovelha à espera de entrar para a sala do abate, vou alinhavando as ideias para a crónica do dia. Mas isto de escrever no tablet não é nada prático, pelo contrário.

Depois da gazeta de sexta, esta semana começa com novidades, prometedoras e dolorosas q.b.. A primeira acabei de contar. Manhã de segunda-feira à porta do IEFP é a treva. Como se não bastasse o tempo que se perde entre chegar lá, esperar a vez, ser atendida e voltar para casa, cada vez que lá ponho os pés é como se de um lembrete da minha precariedade laboral e financeira se tratasse. Podiam poupar-me dessa, mas como precisava mesmo da declaração para entregar no SEF, de pouco adianta estar a inflamar.

Na semana passada predispus-me a dois blind dates e em ambos acabei a ver navios. O primeiro, três dias depois, veio com a justificação de que tinha perdido o telemóvel, logo não tinha como avisar-me que ia ficar pendurada. Nesse dia, até tinha posto make up, vê lá tu a minha pouca sorte. O segundo, três horas antes, informa-me que apanhou um resfriado, pelo que haveríamos de marcar para outro dia. Moral da estória: depois de dois "bolos", num espaço de três dias, estão suspensas (por tempo indeterminado) qualquer tipo de contacto com o sexo oposto. Está mais do que claro de que isso só me vai custar expectativas goradas e desperdício de tempo e produção feminina.

Sendo assim, há que apontar a artilharia para outros campos. O ginásio, por exemplo. Quatro meses depois (o primeiro marcado pela preguicite aguda, o segundo por aquele trabalho noturno, o terceiro pelo desvio na cervical e o quarto pela falta de verba), volto hoje ao ativo. Para além das dores com que vou ficar nos próximos dias (por mais que me custe admitir, este corpinho que é meu e do qual muito me orgulho já não reage com a desenvoltura de antes), quero só ver como vão reagir a coluna e o coração. A primeira é fácil de gerir, agora a segunda... tem que se lhe diga, pois vou voltar a privar com o rapaz lá do ginásio, que não vejo desde o verão. Ai esse meu pobre músculo turbinado a O+, é muita emoção para uma solteira só.

Bem, finalmente, chegou a minha vez de ser atendida. Deixo-te com aquele abraço amigo e a promessa de que voltarei amanhã, fresca, fofa e dorida. Como se diz na língua de Shakespeare: No pain, no gain!

Autoria e outros dados (tags, etc)

CURRCU~1.JPG

 

 

Hoje, logo pela manhã, o senhor facebook invade o meu perfil com uma memória datada de há três anos. A surpresa foi a tal ponto agradável que vou partilhá-la contigo. Porque tudo que seja leve, divertido e inspirador clama por isso. Antes disso convém eu fazer uma pequena contextualização do assunto, para que possas melhor entender o propósito deste post.

 

Há uns anitos atrás, enquanto responsável pela comunicação e informação de uma missão diplomática, recebi um currículo, digamos, "atípico", para não dizer outra coisa. Confesso que na ocasião pensei que o remetente fosse doido varido ou estivesse sob efeito de substâncias psicoativas. Hoje, após meses e meses de busca intensiva por um emprego digno e satisfatório, consigo entender a motivação por detrás deste documento deveras original.

 

Nota: Por questões de confidencialidade, os dados pessoais foram ocultados, mas eis o conteúdo integral do CV deste senhor.

 

CURRICULUM VITAE

DADOS:

Nome: ...

Data de Nascimento: ...

Idade: ...

Signo: Touro

Altura: 1,72

Olhos: Azuis

Peso: 70

Pés: 40

Fumador: Sim

Drogas: Ocasionalmente

Bebidas Alcoólicas: Socialmente

Morada: ...

País: Portugal

Nacionalidade: Portuguesa

Raça: Branca

Telemóvel: ....

Email: ....

Estado Civil: Solteiro

Carta de Condução: Sim

Cartão do Cidadão: ...

Número de Identificação Fiscal: ...

Número de Segurança Social: ...

Número de Utente de Saúde: ...

Situação Militar: Resolvida

Profissões:

1- Investigador – Tempo Inteiro

2- Sociólogo - Tempo Inteiro

3- Psicosssociólogo – Tempo Inteiro

4- Analista – Tempo Inteiro

5- Administrativo – Tempo Parcial

6- Técnico Superior – Tempo Parcial

7- Operador/Assistente de Call Center – Tempo Parcial

8- Consultor de Seguros – Tempo Parcial

9- Consultor Imobiliario – Tempo Parcial

10- Acompanhante - Tempo Parcial

11- Psicólogo- Tempo Parcial

12- Antropólogo - Tempo Parcial

13- Economista - Tempo Parcial

14- Médico - Tempo Parcial

15- Historiador - Tempo Parcial

16- Gestor - Tempo Parcial

17- Estatístico - Tempo Parcial

18- Informático - Tempo Parcial

19- Vigilante - Tempo Parcial

20- Advogado - Tempo Parcial

Preferência Sexual: Heterossexual

Locais de Frequência Semanal: Mimosa, Taboense, Biblioteca, Fórum Montijo, Minipreço, Tabacaria Moderna

Locais de Frequência ao Fim de Semana: Kachaça, Sempre em Festa, Colombo, Smash, Dragão Jovem, Magic Mushroom, Videomagia

Livros Preferidos: Milnovecentos e oitenta e quatro, Tieta do Agreste

Filmes Preferidos: Batman para Sempre e V de Vingança

Passatempos: Investigação Social Aplicada a Mulheres (Interessantes)

 

Para mim, sem dúvida o CV do ano.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Jan16

509017.jpg

 

Na sequência das reações que o post Crónicas de uma desempregada: episódio 5 suscitou, onde foi consensual que quem está sem trabalho deve aproveitar o tempo disponível para investir, sobretudo, em formação, não posso deixar de partilhar esta lista com os 10 melhores sites de aprendizagem, elaborada por Miguel Figueiredo, CEO da Excentric Grey e docente na minha antiga faculdade (ESCS).

 

1. Coursera

O Coursera é uma plataforma que realiza parcerias com as melhores universidades e instituições de ensino em todo o mundo para oferecer cursos online para todos.

 

2. Lynda

Tem cursos em áreas mais técnicas e artísticas, como vídeo, fotografia, música, software e muitas outras atividades. São muito úteis para quem gosta de aprender e fazer em simultâneo.

 

3. Academic Earth

Tem como missão tornar o acesso à educação universal. Apresenta inúmeros cursos gratuitos, de algumas das melhores universidades do mundo. É um excelente complemento ao Coursera.

 

4. Khan Academy

A Khan Academy oferece exercícios e aulas em vídeo em áreas mais gerais como matemática, ciência, programação de computadores, história, história da arte, economia e muito mais. Excelente para qualquer idade, funciona sobretudo à voltas das parcerias que tem com a NASA, o Museu de Arte Moderna, a Academia de Ciências da Califórnia e o MIT, etc.

 

5. Udemy

Posiciona-se como um mercado online do ensino onde pessoas com algo para ensinar encontram-se com pessoas com algo para apreender. Conseguem com este método oferecer mais de 35.000 cursos, sobre os mais diversos temas. Aqui encontra-se de tudo e nem sempre a qualidade é a melhor. Mas graças ao sistema de avaliação, é razoavelmente fácil fugir dos cursos que não são bons.

 

6. Codecademy

É um site para se aprender código com duas particularidades: foi desenhado de raiz para tirar máximo partido dos suportes online e foi construído com os preciosos inputs de empresas como o Facebook.

 

7. Code

Também dedicado à programação, diferencia-se do codecademy por se dirigir às crianças.

 

8. Masterclass

Os cursos aqui disponíveis não são gratuitos e a oferta ainda muito reduzida, mas é possível aprender com os melhores. Os seus professores vão ser nada menos que Dustin Hoffman, James Patterson, Serena Williams e Annie Leibovitz, entre outros ilustres de igual craveira.

 

9. Youtube

Provavelmente estás habituada a olhar para o youtube como uma plataforma de entretenimento. Mas na verdade, encontra-se aqui de tudo, literalmente. Inclusivamente vídeos sobre como fazer, construir, dizer, preparar, melhorar... Pode ser um excelente ponto de partida para começares a saber algo mais sobre um determinado tema.

 

10. Itunes U

Tem o inconveniente de não integrar com sistema android, mas esta app, que também pode ser acedida diretamente via itunes, oferece uma variedade bastante grande de conteúdos de aprendizagem, sendo que nem todos são gratuitos.

 

E para quem prefere algo na língua materna, o eduke.me é uma excelente escolha.

 

A partir desta lista, desafio-te a partirmos à descoberta de um leque de novas oportunidades, novas valências e novas competências, que poderão traduzir-se, a curto prazo, em novas aprendizagens, e, a médio prazo, quiçá, em novos desafios profissionais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Out15

7-data-recovery-suite-00-pplware1.jpg

 

Em dia de Champions, com o meu idolatrado FC Porto a ganhar por dois a zero, e cansada pra caramba, eis-me aqui para honrar o nosso compromisso e "parlapiar" um pouco sobre a rubrica definida para as terças: "Trabalhe para viver, mas não viva para trabalhar!". 

 

Hoje a inspiração não abunda pelos lados da Manhattan pombalina, o bairro mais cool da cidade e do qual sou uma orgulhosa residente, mas ainda assim quero partilhar contigo uma dica muito útil a nós que andamos à cata de emprego: a melhor altura para responder a um anúncio.

 

A tarde, mais precisamente entre as 15 e as 17 horas, tornou-se a minha hora mágica, isto é, tenho notado que os recrutadores reagem quase de imediato à minha candidatura. Ainda ontem pude constatar isso; menos de duas horas depois de ter enviado a mensagem fui convocada para uma entrevista.

 

A esta altura do expediente, os recrutadores, gestores ou responsáveis de recursos humanos já terão regressado do almoço; já terão tomado o seu cafézinho, já terão cumprido o protocolo da "conversa a meio do dia" com os seus cônjuges, parceiros, affairs, amigas coloridas, mãezinhas, animais de estimação e coisas semelhantes; já terão ido às redes sociais (enquanto ingeriam a refeição); já terão ido aos lavabos; portanto já não haverá desculpas para não estarem de facto a cumprirem o papel que lhes cabe: selecionar potenciais candidatos ao cargo que se pretende ocupar. E como a esmagadora maioria das respostas chegam via correio eletrónico, é nesse período de tempo que estarão exclusivamente dedicados à inbox do outlook (nalguns casos serve o gmail mesmo, mas se for hotmail nem te dês ao trabalho de responder e acho que não preciso explicar o porquê).

 

Se formalizarmos a candidatura nessa altura, esta é analisada imeditamente e caso a pessoa tenha ficado cativada pelo vosso marketing pessoal, dificilmente deixará de ligar para marcar uma entrevista connosco.

 

Meu bem, caso também estejas a viver este drama moment que é o desemprego, segue este meu conselho e depois diz-me se se confirma ou não. Mas atenção, tens é que te vender bem, ou seja, apresentar um currículo à medida da oferta e uma carta de apresentação impossível de resistir.

 

Quem é amiga, hã? Com amigos assim só fica desempregado quem não segue este blog.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D