Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!


1-girl.pngOra viva!

A semana arranca com muitas dores musculares (ainda!), mas excelentes perspetivas, a quase todos os níveis. Vejamos, voltei ao ginásio, e em quatro idas não pus a vista em cima do tal rapaz, o que me faz concluir que o dito já lá não treina, facto que deixa o meu coração em paz e a minha concentração ao rubro; sinto melhoras flagrantes na minha coluna, fruto da massagem termodinâmica que tenho vindo a fazer; à custa da meditação, tenho desfrutado de um estado de espírito há muito esquecido; e aproxima-se o nosso primeiro encontro (não te esqueceste do nosso rendez-vous, pois não?). 

Como bem sabes este é um espaço muito próprio, um nicho, na linguagem de marketeer, que visa abordar essencialmente assuntos relacionados com um determinado estado civil. Mais do que celebrar a solteirice, o objetivo-mor deste blog é promover um debate franco e profícuo sobre o assunto.

Contudo, isso não quer dizer que assuntos de outras especialidades, sejam elas quais forem, não possam ser igualmente merecedoras de interesse, análise e discussão. É neste contexto que a crónica de hoje versa sobre a língua que nos une, mais concretamente sobre o correto domínio da gramática portuguesa. Sim, leste bem!

Uma das coisas que mais me impressiona pela negativa é aquela a que chamo de mutilação gramatical portuguesa, infelizmente, prática comum e que urge ser erradicada, sobretudo da esfera profissional. Nos sites e apps de encontros posso até dar um desconto, se bem que as chances do pretendente ficam praticamente reduzidas a zero. No meio profissional tal é absolutamente inadmissível. Afinal, não só está-se a por em causa a reputação pessoal, como a própria imagem da instituição em nome da qual se expressa. E aqui as empresas devem fazer a sua mea culpa. Cerca de 20 meses no mercado do desemprego, estou à vontade para afirmar que, aquando do recrutamento, estas parecem mais interessadas nos dotes linguísticos de idiomas alheios do que os da língua materna.

Na minha opinião, um profissional, labore ele em que área for, se não souber fazer o correto uso da gramática, compromete de forma flagrante toda a sua credibilidade. Ainda mais quando tem à sua disposição, à distância de um clique, inúmeras ferramentas de suporte. Eu mesma não abro mão disso. Em caso de dúvida, não hesito em dar um saltinho até ao google, infopédia, Porto Editora ou quem mais me poder esclarecer a questão.

Tenho notado, com muito orgulho até, que a esmagadora maioria dos seguidores que comigo interagem demonstram uma impecável capacidade de expressão lexical. Tal, reforça a minha perceção de que o Ainda Solteira passa ao lado dos mitras da rede, para grande satisfação minha.

Ainda assim, dado que o saber não ocupa espaço e rever a matéria dada é sempre uma aposta ganha, partilho contigo um artigo da revista Exame que aborda precisamente os erros de português muito comuns no mundo do trabalho.

Boa aula e já agora uma excelente semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Fev17

16386898_628725800663940_586401906855495421_n.jpg

Ora viva!

 

A semana começou bem e acaba melhor ainda. Afinal, o que melhor que uma injeção de boas perspetivas para este mês.Uma cortesia da minha guru do bem, a Isabel Soares dos Santos, para todos os corações solitários (e não só).

 

Despedimo-nos do primeiro mês do ano de 2017. Janeiro foi um mês de início de um novo ciclo e de uma energia renovada, mas com alguns contratempos... de certo que alguns de vós abandonaram desejos que tinham para 2017 achando que não tinham energia suficiente para concretizar tudo. Pois quem já baixou os braços a algum sonho muito desejado, saiba que em fevereiro temos um mundo de POSSIBILIDADES pela frente!

Vamos continuar com energia para dar e para vender! Por isso aproveitem para pôr em prática alguns projetos que ficaram na gaveta ou para resolver algumas situações pendentes. Não deixem passar mais tempo. Desafiem-se! Saiam da zona de conforto! Entrem em ação!

A energia do Amor Incondicional vai ser uma constante durante todo o mês, por isso perdoem, perdoem todas as pessoas ou situações que ainda vos incomodam, mas acima de tudo perdoem-se a si mesmos!

E, sem dúvida, AMEM muito!! Façam do Amor Próprio a vossa missão de vida e a cada dia que passar estarão mais próximos da vossa verdadeira essência!

Desejos de um mês cheio de Amor!
Abraço de Luz,
Isabel

Autoria e outros dados (tags, etc)

bahcelorette-party1.jpgOra viva!

Fevereiro, para além de ser o mês mais curto do ano, é o mês do amor. Conotada por muitos como uma efeméride puramente comercial, o facto é que o dia 14, exatamente a meio do mês, é uma data a que, dificilmente, se consegue ficar indiferente. Quer se vibre, quer se torça o nariz ou apenas se encolha os ombros, a verdade é que o amor está no ar.

É só olhar para as vitrinas das lojas, para ofertas especiais de unidades hoteleiras, companhias aéreas, restaurantes, aplicações/sites românticos, canais televisivos. Anúncios, em todo o lado, a topo o tipo de artigos que possam dar aquele toque de romantismo e luxúria é outro lembrete de que São Valentim já se fez à estrada.

Noto que, por esta altura, há um aumento exponencial do nível de ansiedade/desânimo de muitos desemparelhados, em contrarrelógio para arranjar companhia para esse dia. A par das festividades do Natal, penso que é a época do ano que mais fustiga os corações celibatários.

Como já levo muitos anos de solteirice nas costas, a data já não me afeta particularmente, nem para o bem, nem para o mal. É apenas um dia, em (quase) tudo semelhante aos restantes 364 do ano, salvaguardando o facto de que nesse dia evito circular por áreas como cinemas, centros comerciais, restaurantes, locais de eleição dos emparelhados. É tanto sentimento que abunda neste sítios, que uma solteira carente como eu é bem capaz de sair de lá grávida de gémeos.

Porque nós os solteiros também merecemos uma noite de festa, alegria, animação e, quem sabe, algum calor humano (aí vai depender da estrela da sorte de cada um), é cada vez maior o leque de opções à disposição de quem se recusa a ficar em casa, carpindo as mágoas por um amor que não se faz presente na sua vida.

Por experiência própria (e alheia), sei que uma boa parte das gajas ilha-se em casa, debaixo de manta/cobertor, a consolar-se com calorias, filmes lamechas, suspirando a cada post romântico que lhe chega às retinas. O dia, seja ele qual for, é aquilo que dele fazemos.

No ano passado, por esta altura, partilhei contigo uma série de programas que a cidade das sete colinas amorosamente elaborou para os singles. É minha intenção, replicar a fórmula, mas até ter material suficiente, toma nota do seguinte. Convoco todos os Ainda Solteiros para um encontro, no próximo dia 14, a partir das 19h30, no Evolution Hotel, em Lisboa. Será uma excelente oportunidade para nos conhecermos e quem sabe desfrutar de uma bela noite de convívio e diversão, portanto nem adianta vir com desculpas.

À semelhança do ano passado, este espaço volta a promover uma festa para os solteiros. Como se não bastasse oferecerem a nós solteiros um evento à maneira, a organização promete muita música, animação, companhia, entre outras coisas. Tudo pela módica quantia de zero euros. Que mais poderia desejar um solteiro nesse dia?

A resposta a essa pergunta não tenho, mas tenho a certeza que esta solteira aqui vai marcar presença neste evento, assim mais quatro singles ladies, que já alinharam. Alinhas? Se sim, é só dar-me conhecimento ou simplesmente aparecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D