Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas, contos e confissões de uma solteira gira e bem resolvida que não cumpriu o papel para o qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar pulos de alegria? Provavelmente, nem uma coisa nem outra!

16
Abr21

Viagens para solteiros

por Sara Sarowsky

Viagens para Solteiros_Miguel Moreira.jpgViva! 👋

Cá estamos nós a braços com uma nova sexta-feira, o dia em que a maioria dos assalariados dá por encerrada a jornada semanal. Em modo semi-férias, na minha terra natal, este tem um sabor especial, mais não seja pela fabulosa água do mar que aguarda por mim, mal consiga despachar os meus afazeres, entre os quais a redação deste post.

A estada por aqui decorre ao ritmo criolo, exceto o aumento brutal dos casos de covid, à custa da campanha eleitoral para as legislativas, que acontecem já este domingo. De acordo com os dados oficiais, ontem fica para a história como o dia em que foi batido o recorde do número de infeções. Que sorte a minha; vim de Portugal achando que estaria mais tranquila aqui e agora isto... às tantas começo a achar que o problema sou eu 😉. Adiante que a praia, o sol e o ócio esperam por mim.

Como já vem sendo hábito, sábado é dia de live no Instagram. Com a chegada do bom tempo e a proximidade do verão, faz todo o sentido analisar as opções de viagens para os desemparelhados. Assim, o tema da próxima sessão do ciclo 'Saturday Single Spot' será precisamente 'Viagens para Solteiros' e terá como convidado Miguel Moreira, em representação da Singles Travel.

Assim, neste direto vamos analisar não só as motivações que levaram à criação deste conceito inovador em Portugal, que tem como objetivo oferecer uma solução de viagens e turismo exclusivamente dedicada a pessoas descomprometidas, como também o perfil dos clientes, o tipo de ofertas, os destinos e tudo o mais relacionado com lazer para um, ainda que acompanhado por muitos.

Em mais um daqueles felizes acasos (serendepity, como lhe chamam os falantes da língua inglesa), há coisa de dois anos estive a uma decisão de embarcar num dos cruzeiros promovidos pela Singles Travel. Com a minha coachbusiness partner Isabel Soares dos Santos ponderei ir para Riviera Maya. Cheira-me que será este ano que nós as duas iremos concretizar o desejo de partilhar as experiências de uma viagem com outras pessoas descomprometidas.

Livra-te de perder esta live, pois nela vamos anunciar em primeira mão as ofertas para este 2021, um ano em que precisamos viajar mais do que nunca. Terás ainda oportunidade de ficar a conhecer a dinâmica de viajar com pessoas que, além de partilharem a mesma condição amorosa, procuram companhia para momentos de lazer longe de casa. Só para te aguçar o apetite, vou já adiantando que os destinos na calha são Palma de Maiorca, Algarve, Cabo Verde, Punta Cana e Riviera Maya.

Conto contigo, amanhã, às 22 horas (20 em Cabo Verde), no meu perfil sara_sarowsky. Um beijo, um abraço e um até lá!

Autoria e outros dados (tags, etc)

14
Abr21

Sejamos parte da mudança!

por Sara Sarowsky

FOTO FAMILIA CONGRESSO - 11 DE ABRIL-reduzido.jpegViva! 👋

Hoje quero partilhar contigo a minha segunda crónica para o Balai Cabo Verde, o portal de notícias com o qual iniciei há poucas semanas uma colaboração como cronista. Neste artigo abordo a mensagem por detrás do tal congresso internacional que me trouxe de volta à terra que me viu nascer. Boa leitura; melhor dizendo, boa reflexão!

Sejamos parte da mudança!

Tenho o privilégio de escrever esta segunda crónica a partir de Cabo Verde, facto inédito neste meu percurso de blogger e cronista. Apesar de ser a terceira estada na terra que me viu nascer, desde que criei o Ainda Solteira, das vezes anteriores faltou oportunidade, vontade, e, sobretudo, inspiração para tal. Da primeira, em junho de 2015, estive em modo dolce fare niente, depois de um período turbulento a nível profissional, e da segunda, em abril de 2019, em modo luto, para o funeral do meu pai. Assim, este é, pelos motivos há pouco mencionados, um momento deveras especial.

A razão desta minha vinda, em plena pandemia, ciente de todas as restrições a ela inerentes, prende-se com o convite para marcar presença, na qualidade de oradora internacional, no congresso ‘Mulheres em Ação’, ocorrido este domingo, 11 de abril, na capital cabo-verdiana. Sob o tema ‘Seja parte da mudança’, o evento reuniu um impressionante número de mulheres de várias idades, credos, crenças, profissões e motivações, unidas por uma causa comum: o seu papel enquanto agente da mudança. É precisamente neste ponto que quero focar esta crónica.

Ser mulher é um desafio inato e eterno, disso convém estarmos todos conscientes, e conformados. Ser mulher que ambiciona fazer a diferença é ainda mais desafiador, sobretudo num país aonde é descarado o poder de uma educação machista e desigualitária. Enganados estão aqueles que pensam que isso é razão para baixarmos os braços e vergarmo-nos ao peso da realidade dos factos. Falando por mim, e por todas aquelas poderosas com quem tive a honra de privar no referido congresso, é cada vez mais incontestável que a mudança de paradigma em relação ao nosso papel na sociedade em geral, e no mundo empresarial em particular, é inevitável, inadiável mesmo.

A mudança está a acontecer minha gente! E cada uma de nós deve assumir, sem delongas nem hesitações, o seu papel de agente impulsionador. O desafio de corrermos atrás dos nossos sonhos já não pode esperar, daí que seja hora de empinar o nariz, elevar a tez, ativar a determinação e encontrar soluções para a concretizarmos. É hora de encararmos a vida olhos nos olhos e dizer-lhe que o comando é nosso e que não existe a mais remota hipótese de o cedermos a quem quer que seja. E saber que, no fim, o sucesso nos espera, só nos faz ter a certeza de que o caminho é esse.

Afinal, somos mulheres que não se acomodam; que não obstante o chorrilho de críticas, preconceitos, obstáculos e boicotes, têm a força e a coragem para investir, insistir, persistir, construir... desistir é que não, pois se o fizermos estaríamos a abrir mão dos nossos sonhos, de nós mesmas, do nosso protagonismo no teatro das operações. Mulheres assim são a prova viva de o nosso lugar é onde quisermos, de que podemos fazer mais, de que merecemos melhor. Por isso teremos que fazer, obviamente, mas isso é assunto para outra oportunidade.

Termino com o seguinte lembrete: se queres que mude alguma coisa na tua vida, muda tu, pois quando mudas, tudo o resto à tua volta mudará. Vai por mim, que este é um dos segredos do meu sucesso!

Despeço com aquele abraço amigo de sempre, salpicado de morabeza!

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Abr21

De Cabo Verde, com morabeza

por Sara Sarowsky

F1ADC960-A115-42EE-8DE7-208E8019444F.jpegOra viva! ✌️ 

Ainda a digerir a panóplia de emoções despoletadas pelo congresso de ontem, no qual participei como convidada internacional, eis-me aqui para fazer-te um breve apanhado da minha chegada, e estada, na terra que me viu nascer. A viagem, na quinta-feira à noite, correu dentro do previsto, ainda que tenha ficado surpreendida com a quantidade de passageiros com destino à cidade da Praia. Estava eu em crer que seria das poucas almas a aventurar-se a viajar para o estrangeiro em plena pandemia...

Por aqui tudo permanece fiel à essência do povo cabo-verdiano: sorriso fácil, leveza de espírito e uma apetência única para a sabura (diversão, em português). Como criola de gema que sou, escuso dizer que já incorporei essa forma de estar na vida, que tanta falta me faz quando longe estou. Só para teres ideia, no primeiro dia estive com a minha tribo, tomei um copo, ouvi música ao vivo e tudo o mais que as atuais circunstâncias permitem. Ainda que possa não parecer, a pandemia por aqui é uma realidade; se bem que, à exceção da obrigatoriedade da máscara, tudo o resto leva a crer o contrário.

Quanto ao congresso, que excedeu as minhas mais otimistas expectativas, tenho tanto para contar, que opto por fazê-lo às prestações, de modo a não deixar nenhuma questão de fora. Para já, posso adiantar que nunca imaginei causar tanto impacto, despertar tanta reação positiva, inspirar tanta gente. Só para teres uma ideia, tive direito a entrevista no prime time do jornal da noite do canal televisivo público. Fora isso, desafiaram-me a protagonizar um workshop de partilha de experiências e competências, como forma de motivar as minhas conterrâneas a correrem atrás dos seus sonhos. É, meu bem, estou fazendo a diferença na vida da minha gente, estou dando o meu contributo para o desencardir de mentes, estou alargando o meu âmbito de atuação enquanto ativista da causa feminina.

Porque paraíso sem serpente não seria a mesma coisa, duas questões têm ensombrado a minha existência desde que aqui cheguei: a internet e o sono. Para quem estava habituada a navegar à velocidade da luz, tem sido um enorme desafio permanecer conectada em condições desejáveis. Hoje vou ver junto da operadora de telecomunicações qual a melhor solução para conseguir ter internet de qualidade. O acesso é tão precário que a última live foi praticamente à base de mímica e mensagens escritas. Quanto ao sono, prolongá-lo para lá das sete da manhã é um sonho adiado para quando regressar a Lisboa. Tinha esquecido o quão cedo despertam as pessoas mais velhas, como é o caso da minha mãe, que dorme com o por do sol e acorda com as galinhas - literalmente falando. Para além disso, ainda tenho que levar com o barulho dos vizinhos, da obra na porta ao lado, dos cães a ladrar, dos carros a passar, de tudo o mais. De modo a conseguir garantir as minhas nove horas de sono, essenciais ao meu bom desempenho intelectual, tenho que ir para a cama às nove da noite, em pleno período de férias. Yep.... 😥

Agora que já te pus ao corrente do que tem sido a minha vida desde que aqui cheguei, deixo-te com aquele abraço de sempre e a promessa de estar de volta na quarta-feira, para mais um papo amigo. Até lá, fica bem! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Abr21

A sensualidade pela dança

por Sara Sarowsky

7.jpgOra viva! ✌️ 

Esta primeira manhã na terra que me viu nascer está a decorrer a meio gás, e sequer posso culpar o jet lag, já que o fuso horário é de apenas duas horas a menos. Com o sono acumulado e a internet em modo esquizofrenia, não deposites grande expectativa neste post, vou logo avisando. De qualquer maneira, vou dar o meu melhor, como sempre faço. Adiante que a inspiração não está para grandes conversas, pelo que é melhor dizer ao que vim e despachar-me, que a vida me espera lá fora.

Até indicação em contrário, amanhã haverá live no Instagram, com o tema 'Sensualidade pela dança'. Assim, a convidada da próxima sessão do ciclo 'Saturday Single Spot' será a Vanessa Silva, com quem vou falar sobre o papel da dança na sensualidade feminina, bem como a sua importância para a arte. De acordo com o Portal IG, "a dança pode ser mais do que uma forma de expressão da sensualidade. Pode ajudar também na criação ou descoberta da própria identidade sensual e feminina de quem se dispõe a arriscar alguns passos. Muitas danças trabalham a sensualidade propondo o fortalecimento da identidade feminina e o empoderamento da mulher."

Falando na primeira pessoa, a dança representa a mais perfeita expressão do corpo em prol da sua afirmação enquanto instrumento de sedução e liberdade. Que saudades do tempo em que bailava pela madrugada dentro como se não ouvesse ontem nem amanhã. Para mim, dança é magia, dança é paixão, dança é vida... e como amante dessa expressão artística que coloca o corpo no centro de todas as atenções, é com todo o gosto que estarei à conversa com essa dançarina profissional que já pisou todo o tipo de palco, nacional e internacional, e que com toda a certeza terá muito para partilhar. Com sorte, pode ser que ainda nos faça uma demonstração do seu talento em tempo real.

Conto com a tua assistência, amanhã, a partir das 22 horas, no meu perfil sara_sarowsky. Até lá, deixo-te com aquele abraço amigo de sempre!

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Abr21

168651365_294019309062244_6304822675177878935_n.jpOra viva! ✌️

Na expectativa de que tenhas desfrutado de uma Páscoa tranquila e segura, venho anunciar que estarei ausente durante uns dias, contando regressar ao teu convívio na próxima semana. O motivo por detrás deste meu "desaparecer de cena"? Uma viagem a Cabo Verde, desta vez em circunstâncias opostas às de há dois anos, quando fui enterrar o meu pai.

A minha ida à terra que me viu nascer prende-se com vários motivos, sendo o principal participar, na qualidade de convidada internacional, no congresso 'Mulheres em Ação', agendado para o próximo dia 11 de abril, na cidade da Praia, e na qual vão participar ilustres e proeminentes personalidades do panorama político, empresarial e social cabo-verdiano.

Escuso dizer o quão honrada senti-me com o convite para partilhar a minha experiência, enquanto mulher, criola, blogger e ativista da causa feminina, naquela que será a primeira ação da Criativa WorkSpace, um centro de empoderamento feminino que visa "o desenvolvimento pessoal, por meio de acesso ao conhecimento, à informação e ao exercício da cidadania, criando oportunidades às mulheres em situação de risco social, de adquirem condições de transformarem o seu presente e construírem um futuro melhor".


Caso tenhas interesse em acompanhar esta iniciativa, eis a página do Facebook aonde vão ser disponibilizadas todas as informações. Para as minhas leitoras residentes na capital cabo-verdiana deixo a dica de que seria um prazer contar com a sua presença, podendo inscrever-se através da referida página.

Esta minha viagem servirá ainda para fazer alguns contactos revelantes ao trabalho que venho desenvolvendo, sobretudo no que toca ao projeto literário que tenho na calha e que ficou suspenso com a pandemia. Vou ainda aproveitar para fazer férias, estar com os meus, (re)descobrir uma ou outra ilha do arquipélago da morabeza e matar saudades da gastronomia local, no fundo, para ser e estar feliz, como tanto gosto.

Mal consiga ter acesso à internet (porque o roaming está fora de questão), darei notícias . Até lá, deixo-te com aquele abraço amigo de sempre!

Autoria e outros dados (tags, etc)

SSS - Live 10_Raquel Godinho.jpgOra viva! ✌️ 

Vim desejar-te uma Páscoa feliz e lembrar-te que amanhã é dia de live no Instagram, com o tema 'A felicidade é solteira', como adiantado no post anterior. Com a preciosa ajuda da happiness coach (treinadora da felicidade, em tradução livre) Raquel Godinho, vou analisar este sentimento tão essencial ao bem-estar humano, numa perspetiva de que também ela é solteira, ou seja, que só precisa dela mesma para ser. Não percas, este sábado, às 22 horas, no perfil sara_sarowsky.

Despeço-me com aquele abraço amigo e sinceros votos de uma boa Páscoa 🐣, repleta de benção, comunhão e contenção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

01
Abr21

unnamed.pngOra viva! ✌️ 

Chegamos a abril, mês tradicionalmente rodeado por uma aura de renovação, quiça por influência direta do espírito pascalino. Este quarto mês do ano de 2021 não é exceção - pelo menos para mim que estou "renascendo" das cinzas, tal e qual a fénix, figura mitológica pela qual nutro um enorme fascínio.

Sobre esta nova fase que estou iniciando falarei noutra altura, que o assunto que me trouxe aqui hoje são as previsões energéticas acabadinhas de ser publicadas pela Isabel Soares dos Santos, a conselheira espiritual deste blog e guia de luz de todos aqueles que têm a sorte de cruzar o seu caminho. Sobre o que nos reservam os astros para os próximos 30 dias, eis o que prevê ela:

Os três primeiros meses deste ano de mudanças já passaram. Se sobreviveste, agradece. É sinal que estás a fazer um bom trabalho e a despertar a tua alma! 
Apesar de abril ser um mês mais sereno do ponto de vista energético, aconselho-te a colocares o cintos de segurança e a preparares-te para tudo. Mesmo as pessoas menos atentas vão começar a vislumbrar algo com que nunca sonharam nem imaginaram ser possível. Será um mês de alguma confusão mental, em que a nossa mente vai começar a vislumbrar a verdade escondida, mas outras vozes irão continua a tentar fazer sobressair as “falsas verdades".

Este será o mês de maior separação. Algumas pessoas ainda acreditam que a evolução da humanidade será através da premissa “separar para reinar”... Este mês quase que tenho que escrever por código pois nem todas as pessoas estarão preparadas para o que aí vem... 

Por isso, vamos ao mais importante:
❣️ A tua intuição está sempre certa. Se andares distraída com o que está fora de ti, vais acabar por perder o comboio que te levará à evolução da tua consciência.
❣️Cuida de ti com amor, descansa mais, alimenta-te de forma saudável, bebe bastante água.
❣️Não te deixes envolver em discussões ou assuntos que te vão fazer perder o controlo de ti mesma.
❣️ Respira de forma consciente até conseguires ser a paz no meio da tempestade.
❣️ Pede ajuda: não é normal estares doente há anos, não é normal aceitares as tuas dores/tristezas como algo natural na tua vida. Todos temos dores, mas essas dores não devem significar que iremos sofrer até ao fim da vida. Somos nós os responsáveis por definir o dia de hoje e o dia de amanhã. Agradecemos as dores do nosso passado, mas não devemos ficar presas a elas. 

Muito mais haveria a dizer sobre este mês, mas para não criar mais confusão mental, por aqui fico. Que a serenidade, a paz de espírito e o amor Ddvino estejam contigo todos os dias da tua vida!
 

Abraço de Amor,
Isabel  ❤️

Autoria e outros dados (tags, etc)

30
Mar21

beautiful-women-1806280_1920.jpgViva!

Vim aqui partilhar contigo o meu artigo de estreia no portal Balai Cabo Verde, com o qual vou passar a colaborar como cronista residente. Nem de propósito o meu texto, intitulado A felicidade é também ela solteira, foi para o ar na semana da minha live com a happiness coach Raquel Godinho, com quem vou abordar o tema 'A felicidade é solteira'. Não são incríveis as sincronicidades da vida?

E com este novo desafio dou mais um passo em direção àquilo que quero fazer pelo resto da minha vida, aquilo que realmente me preenche e realiza: inspirar as mulheres a assumirem o comando da sua vida, logo a serem responsáveis pela sua própria felicidade.

Antes de me despedir, deixo a recomendação para seguires o Balai Cabo Verde. Fruto de uma iniciativa de ex-colaboradores do extinto Sapo Cabo Verde, este portal de notícias made in Cabo Verde espelha na perfeição o espírito do empreendedorismo e do empoderamento feminino, cuja equipa editorial não se deixou vergar pela adversidade, arregaraçou as mangas e fez o seu próprio destino.

Aquele abraço amigo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

social-networks-5025657_1920.jpgOra viva! ✌️ 

Nas das minhas recentes andanças pelos bastidores do blog encontrei um rascunho sobre as aplicações de encontro adequadas a cada tipo de personalidade. Dado que este é um tema que mesmo requentado sabe sempre bem, eis-me aqui a partilhá-lo contigo, na expectativa de que te possa proporcionar um bom repasto.

Sobre as ofertas para encontrar o amor online pouco mais há a dizer, pelo que vou pular essa parte. Inúmeras são as opções disponíveis no mercado, cada uma tentado marcar a sua posição e distanciar-se da concorrência. Entre essas, existem umas quantas que, segundo uma publicação da Maag datada de 2018, podem ser catalogadas em função do propósito do utilizador. Ei-las:

Tinder
Por ser o mais popular, esta aplicação é ideal para quem prefere a quantidade à qualidade. Assim, se és do tipo de gosta de conhecer muitas (mas mesmo muitas) pessoas, esta é uma boa opção. Há de tudo e para todos, à vontade do freguês. A superficialidade e a instantaniedade são os ingredientes principais, isto de acordo com a minha apreciação.

The League
Adequado a quem tem uma vida ocupada, sem tempo para o romance nos moldes tradicionais, esta aplicação faz o trabalho todo. Diariamente, às 17 horas, sugere três candidatos com base nos nossos "requisitos", que podem ir da altura até à educação. Assumidamente elitista, por ali não figuram ligações random, jogos, perfis falsos, decoro ou voyeuristas.

Bumble
Esta app resume-se a uma coisa: poder de iniciativa da mulher. Se és das que considera que já não faz sentido serem os homens a darem o primeiro passo, esta opção é perfeita para ti, já que aqui quem manda é a mulher, e é a ela que cabe ir atrás deles, sem medos ou vergonhas.

Hinge
Assume-se como uma aplicação que segue a premissa de juntar os seus utilizadores ao "amigo do amigo" através das ligações de Facebook, portanto a probabilidade de encontrar alguém completamente fora do teu círculo é bastante menor. Ainda assim, é uma boa escolha para quem procura uma relação verdadeira.

Coffee Meets Bagel
O mote aqui é qualidade em vez de quantidade. Todos os dias os utilizadores recebem uma lista de 21 potenciais candidatos, que podem aprovar ou não. Quanto mais utilizamos a app mais inteligente ela fica, uma vez que regista os nossos gostos e aplica-os na próxima vez que sugerir alguém.

Hater
Para quem odeia tudo e mais alguma coisa esta é aquela que deve instalar. Com mais de quatro mil tópicos de coisas para odiar (ou não), a aplicação apresenta pessoas com base nos ódios que as unem. Afinal, não há nada que una mais duas pessoas do que partilhar coisas de que não gostam.

Taffy
Esta aplicação acredita que a ligação entre duas pessoas surge através da conversa e não da aparência. Por isso mesmo, as imagens de todos os utilizadores estão desfocadas até começarem a conversar. Ainda assim, ela não é exclusiva de quem quer uma relação séria, uma vez que podes procurar pessoas de acordo com o que elas andam à procura - seja uma relação séria, casual ou amizade.

Happn
Nesta aplicação os utilizadores têm de se cruzar para se poderem ver. Depois, são eles que decidem se se aprovam mutuamente, antes de poderem iniciar uma conversa. Portanto, para quem não quer correr o risco de interessar-se por alguém a léguas de distância, esta é uma alternativa bem viável.

Agora que já te apresentei o menu das aplicações de encontro à medida do teu gosto, é hora de fazer bom proveito! 😉

Ate breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Mar21

Vibrar na energia do sucesso

por Sara Sarowsky

woman-2667455_1920.jpgOra viva!

Hoje quero falar-te do sucesso. "Mas ela já falou dele tantas vezes, o que de novo poderá ter agora para dizer?", provavelmente é o que te está a passar pela mente neste preciso instante. De facto, já abordei este assunto várias vezes, mas esta será uma das poucas em que falarei na primeira pessoa, com um testemunho real.

Aprendi com a minha guru do bem e coach espiritual, a Isabel Soares dos Santos, que tudo à nossa volta é energia. Nós somos energia, o dinheiro é energia, o amor é energia, o sucesso é energia e por aí fora... Como energia, o sucesso emana naturalmente e flui livremente; desde que o saibamos ativar, obviamente! E é neste ponto particular que incide esta crónica.

Se hoje vibro nessa energia de sucesso é porque só agora a despertei dentro de mim. E dois fatores foram essenciais para esta minha nova realidade existencial: o despertar da consciência e o estar rodeada de pessoas certas. Não é à toa que a sabedoria popular crê que ao juntarmos-nos aos bons tornamo-nos um deles. Eu sou a prova viva disso e espero que esta minha partilha sirva para te inspirar ao ponto de ires atrás do "teu" sucesso, seja ele qual for.

Nasci e cresci em Cabo Verde no seio de uma família de classe média baixa, ainda que com alguma instrução. Fui educada para ser esposa, mãe, dona de casa dedicada e trabalhadora, caso o marido não pudesse providenciar o meu sustento. Em momento algum fui "formatada" para ser realizada, ou seja, para ter sucesso fora do lar. Quis o destino, fortemente condicionado pelo meu livre arbítrio, que renegasse essa sentença de vida, o que justifica que o êxito, fruto da conquista pessoal, me seja algo recente, embora inalienável. Como e quando se deu esse "despertar do gigante que há em mim", como diz Tony Robbins, o master do desenvolvimento pessoal?

Fazendo uma retropestiva do meu percurso pessoal e profissional, é-me de todo impossível identificar o momento exato em que se deu o clique. O que eu sei é que neste momento toda a minha essência (a tal tríade mente-coração-alma) vibra na energia do sucesso. Como tal, este tem-se manifestado de forma inequívoca e constante, tanto na minha vida como na daqueles que me rodeiam.

Para teres uma ideia do que estou a falar, dou-te um exemplo. Nos meus primeiros diretos no Instagram só consegui confirmar com as convidadas na antevéspera. Neste momento, já tenho a agenda do mês de abril fechada, já com a de maio em negociação. Sem querer desmerecer nenhum dos anteriores, aos quais serei eternamente grata por terem atendido ao meu apelo, é inegável que a importância/relevância dos meus convidados têm aumentado a olhos vistos. 
O painel da próxima sessão do 'Saturday Single Spot' é disso exemplo, assim como o do dia 22 de abril, em que vou contar com a presença de alguém que acaba de ser destacada pela Forbes como uma das quatro mulheres que lideram marcas promissoras no mercado bilionário e recém-distinguida com o prémio Ella 2020. E tudo isso aconteceu após o meu convite. Não quero com isto dizer que estas conquistas são mérito meu, longe disso, apenas que quando estamos a vibrar na energia certa, o sucesso materializa-se, contaminando tudo e todos ao nosso redor (desde que estejam pra aí virados, claro!).

O texto já vai para longo, mas ainda há margem para dar-te um outro exemplo. Fui convidada para ser oradora num encontro de mulheres de alto impacto em diversas areas de atuação. Adivinha qual vai ser o tema da minha intervenção. O sucesso, claro! Mas isso é tema para outro post.

Despeço-me com aquele abraço amigo de sempre e o lembrete para a live deste sábado, a qual, além de homenagear a mulher criola, vai angariar fundos para uma associação solidária.

Hasta!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Melhor Blog 2020 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2019 Sexo e Diário Íntimo


Melhor Blog 2018 Sexualidade





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D