Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida, na casa dos 30, que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


20
Out17

zp_2.jpg

Ora viva!

 

Depois de uma semana intensa e de um dia absolutamente extenuante, eis-me aqui aninhada no sofá a desfrutar deste adorável clima de outono, que tardio não deixou os seus créditos por mãos alheias.

 

Como sexta-feira é para mim – acredito que para ti e o resto da classe assalariada também – o dia mais feliz da semana, pensei centrar a crónica de hoje na fórmula da felicidade, mais concretamente em novos componentes adicionados pela ciência.

 

Aquando do post Falemos então de felicidade, defendi que a minha fórmula resumia-se a esta simples equação: situação/opção+decisão=felicidade. Numa outra ocasião, assumi estar em crer que o dinheiro é o passaporte direto para a felicidade. Agora, um novo estudo vem acrescentar novos ingredientes à receita do aconchego supremo: o sexo e o sono.

 

Pesquisadores da Oxford Economics descobriram que estas duas coisas valem muito mais em termos de felicidade do que se possa imaginar, dando um contributo valioso para o bem-estar de uma pessoa.

 

Um índice desenvolvido por estes doutores apurou que quadruplicar o salário de alguém tem muito pouco impacto positivo na sua felicidade, enquanto que passar mais tempo no quarto (seja para dormir ou sexar) decididamente sim.

 

Os que dormiam dentro dos parâmetros recomendados (7/8 horas) manifestaram um índice de felicidade 15 pontos acima dos que tinham problemas com o sono. Já no que toca ao sexo, os não e/ou mal f****** registaram um índice de felicidade sete pontos abaixo dos que se sentiam muito satisfeitos com a sua vida sexual.

 

Nem mesmo eu que gosto de contrargumentar tudo e mais alguma coisa, consigo rebater estes dados. Quando não consigo dormir como deve ser (fenómeno cada vez mais trivial, para agonia minha), não há felicidade que consiga adentrar pela minha vida. Quanto ao sexo, nem me vou dar ao trabalho de desenvolver, por saber-te a par da minha postura.

 

Agora a pergunta para um milhão de euros: se bom sexo despoleta bom sono e se bom sono fomenta bom sexo, qual o elemento mais importante desta relação? O sono ou o sexo? Se descobrires a resposta, por favor, partilha-a comigo. Enquanto isso, fica com aquele abraço amigo e votos de um super fim de semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Sérgio Ambrósio a 20.10.2017 às 22:24

Parece que não há argumentos que rebatam esses dados Sono e sexo estão interligados, logo, parece-me que ambos são essenciais na equação de uma vida feliz Um excelente fim-de-semana!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.10.2017 às 22:48

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D