Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida, na casa dos 30, que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


love-wallpapers-5.jpg

Ora viva!

 

No último dia útil do ano, para mais uma sexta-feira, escolhi como tema de artigo do dia o caminho da felicidade, mais concretamente alguns hábitos que a psicologia associa a este estado de espírito, o objetivo primeiro e último da condição humana.

 

De acordo com inúmeras pesquisas psicológicas, citadas pelo Insider, certas atividades – algumas delas básicas e rotineiras – parecem ter a capacidade de aumentar o humor, em primeira instância, a saúde, em segunda, e a felicidade, em última.

 

Duvidas? Confere só esta lista:

1. Fazer uma caminhada ou mirar estrelas.

2. Anotar três coisas que nos fazem sentir bem, de forma a impulsionar esses desejos e transformar o que está escrito em realidade.

3. Ir para a Suíça, eleito o destino mais feliz do mundo em 2015.

4. Ingerir cafeína (sem exagero, claro).

5. Meditar e descobrir os benefícios da paz e do silêncio.

6. Ler uma história de aventura.

7. Sair da nossa zona de conforto e experimentar coisas novas.

8. Desfrutar do ar livre.

9. Realizar tarefas que fazem sentir feliz, mesmo quando não estamos.

10. Participar em atividades culturais.

11. Ouvir música triste, atividade associada ao aumento da felicidade (a chamada musicoterapia).

12. Definir metas e objetivos realistas para a nossa vida.

13. Apontar todos os nossos sentimentos, ótimo para esclarecer os pensamentos, resolver problemas de forma mais eficiente e aliviar o stress.

14. Gastar dinheiro com os outros e não só connosco.

15. Ser voluntário e ajudar os outros.

16. Arranjar algum tempo para estar com os amigos.

17. Sorrir.

18. Perdoar.

19. Ser íntimo.

20. Ser otimista e realista.

21. Sujar as mãos, já que parece que respirar odores estranhos pode elevar o nosso espírito.

22. Desfrutar de uma refeição na praia.

23. Fazer exercício.

24. Trabalhar a nossa habilidade favorita.

25. O mais importante: ser paciente, já que a felicidade tem tendência a crescer com a idade.

 

Não poderia estar mais de acordo com esta abordagem dos profissionais da mente. Não se diz por aí que a felicidade está nas pequenas coisas? Uma dose de felicidade inspirada numa noite estrelada, meia dose arrancada a suor de uma aula de zumba, dose e meia vinda do voluntariado, duas doses oriundas de uma bela noite de amor, outra dose de uma viagem à Suiça... e teremos uma quantidade suficiente de felicidade para sermos melhores pessoas, amigos, amores, colegas e cidadãos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D