Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida, na casa dos 30, que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


03
Nov17

19274894_10155517839699382_2888993472961596037_n.j

Ora viva!

 

E assim chegámos ao mais encantador de todos os meses. Esta minha convicção advém, não só do facto de ser este o que me viu nascer, mas, essencialmente, pelas árvores salpicadas de tons laranja, pelas folhas a bailarem nas calçadas, pelos dias a minguarem na sua duração, pela chuva a fazer-se presença assídua, pelas noites a despedirem-se do calor e pelo cheiro das castanhas e do natal a pairar pelas ruas desta bela cidade que escolhi para ser minha.

 

E já que assim é, que tal hoje falarmos de algumas caraterísticas – umas inatas, outras nem tanto – comuns às pessoas encantadoras. Encantador é todo aquele que consegue atrair sem truque, seduzir sem manha, agradar sem grande esforço e deixar um gosto de "fica mais um pouco" quando se vai embora. Em suma, é o tipo de criatura com quem os outros têm prazer em conviver de tão agradável que é a sua presença.

 

Se, por um infeliz acaso, não nasceste com esse dom, não fiques desanimada que para esta disfunção (também) existe cura: uma amálgama de atitude, verniz social, boa disposição e cultura geral, que se espelham neste hábitos:

 

1. Fazer os outros se sentirem importantes
O especialista em relações David Bennett considera que as pessoas encantadoras fazem com que qualquer um – independentemente do seu estatuto - se sinta importante. Daí que a delicadeza, a empatia e o altruísmo sejam uma constante nelas.

 

2. Acertar no nome das pessoas
De modo a evitarem ser desagradáveis com quem quer que seja, tendem a decorar os nomes de todos aqueles com os quais se cruzam diariamente, nem que para isso tenham que recorrer a auxiliares de memória.

 

3. Cumprimentar os outros com agrado
As saudações fazem igualmente parte dos hábitos dessas pessoas, que tendem a dar os 'bons dias' (e não só) com toda a confiança e carisma, acompanhada de uma expressão facial alegre.

 

4. Sabem divertir os outros
Pessoas fascinantes sabem contar as melhores histórias, o que faz com que não tenham medo de recorrer à linguagem corporal para se expressarem ao máximo.

 

5. Escolhem a dedo as suas companhias
Por serem gente do bem, não perdem (de todo) o seu precioso tempo a falar mal dos outros. Preferem sim escolher criteriosamente as pessoas com as quais se dão, aquelas que merecem a sua real atenção.

 

Meu bem, como acabaste de constatar, não é nenhum enigma da esfinge parecer adorável aos olhos alheios. Se a todos os atributos acima expostos juntares mais essa: seres tu mesma, terás o mundo rendido aos teus encantos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D