Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida, na casa dos 30, que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


12747995_10209018078196193_8368091240314429530_o.j

Ora viva!

 
A crónica desta sexta-feira resulta de uma partilha da EA, amiga que se fez seguidora deste cronicário e que todos os dias me inspira com a sua forma de ser e estar na vida. A ela associo palavras como positividade, alto astral, realização e sucesso, todas elas presentes nas alíneas que se seguem.
 
1. Aceitar a própria individualidade
Há quem seja bom de conta, quem tenha talento para a culinária, quem faça do humor a sua melhor referência, quem consiga inspirar multidões, quem toque o coração dos outros com a sua escrita (eu, eu, eu!)... Precisamente por sermos todos diferentes, portadores de caraterísticas distintas, um dos primeiros passos para a felicidade é a aceitação da própria individualidade. Sentirmo-nos bem connosco é essencial na interação com o mundo que nos rodeia e uma caraterística pessoal que salta logo à vista.
 
2. Dormir oito horas por dia
Dormir é fundamental para o ser humano, pelo que quando não o fazemos corretamente estamos, não só a por em perigo o bem-estar do nosso organismo, como a induzir a nossa pele a um envelhecimento precoce. Isto porque, é durante o sono que o corpo recarrega as baterias gastas ao longo do dia e restaura as funções vitais: as células regeneram, as toxinas eliminadas e os órgãos ativados para executarem as funções que lhes cabem.
 
3. Não duvidar da própria capacidade
Se existe algo capaz de detonar uma ideia ou um objetivo, mesmo antes da sua concretização, esta coisa é o medo. O facto de duvidarmos de nós faz com que acabemos por sabotar as oportunidades de sucesso. Em momentos assim, ativo alguns destes mecanismos mentais: insegurança faz parte da vida; todo sucesso implica risco; não há glória sem sofrimento; visualizo a minha pessoa no cenário que quero conquistar; elaboro planos b e c (just in case).
 
4. Fazer-se uma marca de sucesso
Acredites ou não, pensar em mim como uma Apple, uma Audi ou uma Zara da vida ajuda-me a exercer uma melhor gestão da minha vida. Devido à minha atividade profissional, esta é uma estratégia com a qual me sinto perfeitamente à vontade. É por isso que primo pela excelência em tudo que faço, tal qual uma marca bem-sucedida: invisto forte e feio nos meus pontos fortes; tento melhorar, na medida do possível, os fracos; rentabilizo as oportunidades e mantenho-me, sempre que puder, longe das ameaças.
 
5. Não se comparar com os outros
Neste quesito, há que reconhecer que peco muito, demasiado até. Para mal dos meus pecados, tenho uma tendência doentia para me comparar com os outros. E o pior é que no fim sinto que fico sempre aquém das conquistas delas. É algo no qual tenho estado a trabalhar, até porque toda vez que isso me acontece a sensação de fracasso que me acomete é deveras desmoralizante. Se te revês nessa minha descrição, lembra-te que nos outros só vemos a conquista e não o caminho, muitas vezes pouco ortodoxo, que eles tiveram que percorrer para lá chegar.
 
6. Limpar a pele todas as noites
Cartão de visita por excelência e o mais atualizado boletim de saúde, a pele é o nosso instrumento de interação com o que nos rodeia. Além de ser com base nela que os outros constroem a imagem que têm de nós, é garantidamente a primeira coisa que vemos sempre que nos olhamos ao espelho. É por isso que uma pele bonita e saudável é fundamental, como referido em vários artigos ao longo deste blog. Limpá-la todas as noites é o primeiro passo.
 
7. Equilibrar vida pessoal e profissional
A coabitação pacífica entre estes dois aspetos é a chave do sucesso para uma existência feliz. Com isso quero dizer que há que saber definir muito bem a linha que separa o trabalho do lazer: na presença de uma a outra deve fazer-se ausente. Simples assim! Não aceder a contas de e-mail institucional, não atender chamadas profissionais, não levar tarefas para casa, não pensar no que está pendente são apenas alguns exemplos do que fazer para não permitir que a vida profissional não se imiscua na privada.
 
8. Aceitar a beleza natural
É facto que, nos dias que correm, o que não faltam são opções para se mudar, corrigir ou atenuar aquilo que não se aprecia no corpo. O que importa aqui frisar é que nenhuma delas, por mais eficaz que seja, é capaz de resolver o problema que existe dentro de nós. A autoestima é algo que não se compra, mas que se trabalha (arduamente). Aceitar o nosso corpo tal como ele é, encontrando beleza nas suas particularidades, e investir no que pode ser melhorado são os meus conselhos para aqueles que se debatem com essa questão.
 
9. Usar protetor solar sempre
Neste ponto, os especialistas da pele são unânimes: usar protetor solar todos os dias, faça chuva ou faça sol, seja verão ou inverno. Este é o mais importante de todos os cremes, pois é o único capaz de prevenir o envelhecimento cutâneo, assim como o cancro e as manchas. Já não tens desculpa para não aplicá-lo diariamente, quer seja no rosto, no pescoço, no peito e também nas mãos, e várias vezes ao longo do dia, já que a sua eficácia vai-se perdendo com o passar das horas.
 
10. Investir mais experiências e menos em coisas
Viajar é das melhores coisas da vida e das que mais ajuda a cimentar a personalidade e experiência de vida. Desenvolve o caráter, desperta a solidariedade, aumenta a cultura geral, abre a mente, quebra barreiras culturais, aproxima pessoas e desperta admiração alheia. Por (ainda) não ter tido possibilidades financeiras para tal, fascinam-me pessoas viajadas, a meu ver, infinitamente mais interessantes do que aqueles que preferem investir em bagagem material (casa, carro, joias ou dinheiro no banco), ao invés de sair por aí explorando o mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

De Margarida a 24.06.2017 às 11:17

Adorei este post.
Margarida
Imagem de perfil

De LegoLuna a 24.06.2017 às 15:59

Que bom flor.
Sem imagem de perfil

De edilson lopes . a 12.07.2017 às 21:25

oi boa tarde.
meu sobrinho alex Lopes.
esta a procura de princesas para namorar e casar em cartório .
solteiro tem 34 anos.
sincero honesto protetor. companheiro.
mas odeia a traição naõ tente isso com ele.
tem moto tem curso de escolta armada .
mudar para sua cidade caso deseja lhe . conhecer.
celular 034988745099 wastsp

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D