Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


09
Mar17

13996195_10210386048314591_192683616448203732_o.jp

Ora viva!

 

Pelos vistos, ainda não é desta que vamos falar sobre "aquele" assunto. Entre uma coisa e outra, a manhã já foi. Daqui a nada já é hora de ir à fisioterapia, mas antes disso convém alimentar o corpo, sob pena de desfalecer de fraqueza. Ou seja, ainda tenho que ir preparar o almoço.

 

Dado que não tenho tempo para relatar a estória daquele ex-padre a quem prometi ajudar a encontrar uma mulher que o inicie nas artes do amor, só me resta recorrer ao método partilha-de-artigos-alheios, o de hoje sobre algo tão caro a qualquer humano, mas nada fácil de efetivar (pelo menos para muitos): mudar de vida, de preferência para melhor.

"Muda de vida, se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se a vida em ti é de outro jeito."

 
É com esta estrofe de uma popular canção do António Variações que começa o artigo Mude de vida, se não vive satisfeito (está sempre a tempo de mudar), assinado pela Sílvia Silva e publicado no passado dia 1 de fevereiro no Observador.
 
Fundamentado numa entrevista a Alexandra Vinagre, coach e autora do livro Até Onde Quer Chegar?, o artigo defende que a chave da felicidade e sucesso está na mudança, que significa, na maior parte das vezes, sair da zona de conforto sem garantias ou colete salva-vidas. É assim que aquela especialista incentiva os leitores à mudança através de exercícios, reflexões científicas e testemunhos pessoais.
 
Agora ou mais tarde, reserva dez minutos para interiorizar as dicas e conselhos de quem sabe. Um dos grandes chavões da minha vida e à qual me apego cada vez que a vida a isso me obriga é: "Para melhor muda-se sempre!".
 
Queres e mereces o melhor, certo? Agora é uma boa altura para fazeres por isso!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D