Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


11051882_10206649957434654_2955424873103154386_n.j

Viva!

 

Na minha passeata diária pelas publicações da rede, deparei-me com um artigo da revista Sábado que vale a pena ser dissecado aqui no Ainda Solteira, até porque todos queremos amor (tenha-se ou não a dignidade de reconhecer isso).

 

Por mais que assim o queiramos, arranjar um bom par nem sempre é tarefa fácil, revelando-se por vezes missão (quase) impossível – eu que o diga –, já que com o passar do tempo vamos ficando cada vez mais céticos, defensivos, cínicos e exigentes.

 

Outro fenómeno que parece dificultar a vida às meninas bem comportadas, é o facto de os bons rapazes denotarem uma curiosa preferência pelas bitchs da vida, não restando a essas mesmas meninas outra opção que não contentarem-se com os bad boys que só dão maçada. Isso se não quiserem ficar para titia, escuso dizer!

 

Quem sabe na intenção de tentar abrir as pestanas desses bons rapazes para que não cometam erros de casting na hora de escolher uma parceira, a ciência – ao que me parece cada vez mais sensível à questão da solteirice – aponta 10 qualidades femininas a serem tidas em conta:

 

1. Ela é positiva
Pessoas negativas são uma autêntica fonte de toxidade, provocando efeitos nefastos a curto, médio e longo prazo, revela uma investigação pioneira da psicóloga Elaine Hatfield.

 

2. Ela é  mais inteligente que tu
Um parceiro para a vida tem que ser inteligente. Aliás, segundo o especialista em demência, Lawrence Whalley, é preferível se for mais inteligente que nós, já que estar ao lado de uma pessoa com um bom desempenho cognitivo diminui o risco de demência no final da vida. Isto porque um parceiro inteligente não vai parar de nos desafiar intelectualmente.

 

3. Ela é um "livro aberto"
Um estudo da Universidade de Westminster sugere que as pessoas que partilham informação pessoal e têm um coração aberto para os outros são encaradas como bastante mais atraentes.

 

4. Ela mantém-se calma durante as discussões
Investigadores das universidades de Berkeley e Northwest descobriram que as relações duram mais tempo quando o casal mantém a calma durante as discussões.

 

5. Ela não guarda rancor
Uma pesquisa das universidades de Duke e Harvard apurou que pessoas que estão dispostas a perdoar vivem mais e melhor.

 

6. Ela ri-se das tuas piadas
Um estudo publicado, em 2006, pela Universidade de Westfield State, confirma o que já todos sabíamos: os homens querem um par que os considerem hilariantes.

 

7. Ela aceita as tuas falhas
No dia que encontrares uma mulher que te aceita pelo que és, ergue as mãos para o céu e agradece, pois não é algo que abunde por aí. De acordo com o psicólogo Terry Orbuch, "uma visão otimista vai ser sempre mais atraente", especialmente no que toca a feitios.

 

8. Ela é honesta e amável
A ciência diz que, para que possamos ter um longo e feliz relacionamento, é importante que sejamos honestos, generosos e amáveis. Para o psicólogo John Gottmann, existem dois tipos de casais: os mestres e os desastres, sendo que os últimos acabam a relação nos seis primeiros anos e os mestres ficam juntos durante muito tempo e mantêm algo em comum: "assimilam as coisas que gostam e e agradecem, criando uma cultura de respeito".

 

9. Ela faz coisas estranhas contigo
Se é para fazer loucura, que seja com ela do lado. De acordo com um estudo da Universidade de Michigan, os casais que têm melhor qualidade marital são aqueles que fazem atividades de lazer juntos.

 

10. Ela compromete-se, mas leva uma vida própria
É importante que cada membro do casal tenha o seu próprio espaço (o sexo agradece). Psicólogos da UCLA constataram que em todas as relações há um momento em que o compromisso irá ditar (ou não) a continuidade da mesma. Daí que quando a relação começa a correr mal, é o compromisso que dá hipóteses de o relacionamento se recuperar. 

Agora a pergunta que não quero que cale: que raio de miopia infecto-contagiosa é essa que faz com que os gajos por quem me interesso não consigam ver que sou um autêntico presente dos deuses? Se eu alguma vez chegar a descobrir a resposta, pode deixar que te conto na hora. Até lá, só me resta aguardar pelo desenrolar dos próximos episódios desta viciante e imprevisível novela chamada vida.

 

Bom fim de semana!

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Margarida a 04.02.2018 às 14:28

Minha querida ainda não encontraste nenhum que te mereça é o que tenho a dizer! =)
Boa Semana
Imagem de perfil

De LegoLuna a 05.02.2018 às 10:25

Obrigada flor

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D