Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida, na casa dos 30, que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


12745731_902525659864298_573259773206309424_n.jpg

Há sempre alguém com uma teoria sobre o facto de uma mulher estar solteira durante muito tempo. Se essa fêmea for minimamente gira, inteligente, divertida e sexy, então… ui! Fazem disso uma autêntica tragédia grega. A pensar naquelas que, como eu, levam com isto o tempo todo, a Cosmo fez-nos o favor de preparar algumas respostas…
 
Razão nº 1: "És demasiado picuinhas. Escolhes demais!"
Resposta: "Estou a escolher um parceiro para a vida, não um sofá!"
Este é provavelmente o comentário que uma mulher solteira mais vezes ouve, quando toda a gente à volta encontrou a sua "metade da laranja"… e ela não. Pode ser considerado um elogio, se tivermos em conta que é importante existir algum critério de escolha, pois nunca se sabe com quem se está a lidar. A verdade é que atualmente as mulheres não procuram um parceiro com um ordenado considerável ou que as sustentem. Aquilo que realmente importa para o sexo feminino é bastante específico e simples: um homem atencioso, surpreendente e fiel. Mas com quem exista química sexual. Outro ponto a ter em conta é a quantidade de vezes que ouves essa observação. O conselho: foca-te na tua intuição e bom senso e dispensa a opinião das 12 melhores amigas, sempre que conheces alguém.
 
Razão nº 2: "Não te mostres tão disponível"
Resposta: "Deixa-me ver se entendi: se estou disponível devo mostrar que não estou, é isso?"
Com a exceção de um romance de três anos, a maioria dura três meses, e por isso pedes conselhos às amigas casadas. O diagnóstico? "Pensas muito, esforças-te demasiado! Tens de te fazer de difícil para conseguires o que queres." Falamos portanto em criar uma falsa confiança e em fazer com que o outro se sinta inseguro, sem dar a entender se estás ou não interessada. O ideal, em tudo na vida, é conseguir agir de forma verdadeiramente natural, sem jogos ou estratégias para fazer com que o outro goste ou fique mais interessado em ti, e sobretudo sem medo de expressar sentimentos genuínos, sem condicionantes.
 
Razão nº 3: "Tens que saber jogar!"
Resposta: "Procuro um namorado, não um troféu!"
Existe uma tendência para que a mulher se comporte sempre na defensiva. Envolvida nesta posição totalmente defensiva, podes esquecer-te de que homens e mulheres procuram exatamente o mesmo: um parceiro nesta vida tão confusa! Então como sabes se estás a seguir o teu instinto, ou a colocar-te numa posição de superioridade? Pergunta a ti mesma: "Como é que ele me faz sentir?" Claro que te podes desiludir, mas em vez de partires para a "batalha" com a armadura já vestida e uma série de regras sobre aquilo que não permites, talvez seja mais corajoso arriscar e sair com alguém sabendo que pode não correr bem, mas que, seja como for, vais sobreviver!
 
Razão nº 4: "Tens questões por resolver!"
Resposta: "E tu, não?"
Tens fobia a compromissos? Medo de intimidade? Uma relação demasiado próxima com o teu pai? Ou demasiado distante? Se és solteira e aparentemente não sabes por que ainda não encontraste "o tal", as patologias que te podem apontar são infinitas! Reconhecer e tentar resolver determinados bloqueios que possas ter é um exercício extremamente saudável. O problema surge quando usas esses mesmos bloqueios como desculpa para não conseguir manter uma relação. Na verdade é perfeitamente possível ser feliz numa relação, mesmo quando existem questões interiores mais ou menos evidentes por resolver. Não havendo um caso clinico que o justifique, o único bloqueio poderá ser o facto de acreditares nos problemas que te impedem de ter um relacionamento. E a razão pela qual estás sozinha pode ser, apenas e só, porque ainda não conheceste a pessoa certa.
 
Depois deste artigo até tenho pena do próximo desinfeliz que me vier com esta legalenga do porquê de eu estar solteira. Nem faz ideia do que lhe espera.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Maribel Maia a 01.04.2016 às 12:42

Bem,,,, tenho 33 anos e sou solteira....deixem-me lá aprender as respostas.
Sem imagem de perfil

De joseluisgomes a 16.04.2016 às 21:45

gostava de ter um contato de uma mulher para namoro sinsera meigo tenha telfone ou emtoa ligarme facebook joseluisgomes601@gmail.com

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D