Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida, na casa dos 30, que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


porque-os-homens-traem-0.jpg

Ora viva!

 

Espero que a pausa semanal tenha servido para recarregares as baterias e repores os níveis de energia positiva e boa disposição, já que arranca hoje uma nova maratona de 40 horas laborais, outras tantas de repouso, intercaladas com afazeres domésticos, atividade física, convívio, stress, cansaço, risos, beijos, abraços, insónias e todas as demais coisas que fazem parte do pacote "viver".

 

Infidelidade masculina é o tema do artigo de hoje, mais não seja porque o sonho de consumo amoroso de qualquer mulher é um homem fiel. Pela minha experiência pessoal, digo-te que conseguir um homem assim é tão fácil quanto encontrar um unicórnio na entrada do prédio. Fazendo um diagnóstico do meu histórico amoroso, só consigo garantir a não infidelidade de um único namorado. O que dá uma média de 5%, se tanto, logo eu que sou de uma fidelidade canina. Eis a prova viva de que os opostos, de facto, se atraem.

 

Experiência pessoal à parte, um estudo publicado na revista Social Psychology Quarterly garante que os homens que traem tendem a ter um quociente de inteligência (QI) mais baixo. Isto porque os inteligentes estão mais propensos a valorizar a exclusividade sexual.

 

A partir do cruzamento de dados de duas pesquisas que mediam atitudes sociais e QI de milhares de adolescentes e adultos, o autor do estudo, o especialista em psicologia evolutiva da London School of Economics, Satoshi Kanazawa, concluiu que aqueles que acreditam na importância da fidelidade sexual para uma relação demonstraram possuir um QI mais alto.

 

Está-se mesmo a ver que a escolha de parceiros amorosos não é de todo o meu forte, pois, a ser verdade esta teoria, torna-se claro que toda a vida só me envolvi com equus asinus. Poderá o facto de ser sagitariana (metade humana metade cavalo) ter alguma coisa a ver com essa minha preferência por espécie semelhante? Até encontrar uma explicação convincente, o melhor que faço é permanecer Ainda Solteira.

 

Aquele beijinho amigo e uma boa semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Fiquemos pelo anonimato a 13.03.2017 às 14:24

Ai esses estudos.....

Há uma frase que espelha uma realidade a seguir, "se está satisfeito com o que tens em casa, porque vais comer fora?"
Se isto não acontecer é porque algo está mal e que terá de ser resolvido o mais rápido possível para evitar rompimento relacional. Como? A conversar é que nos entendemos.
Será que o QI influencia isso? Não me parece, mas sim a educação e o respeito pelo próximo / pela companheiro(a).
Imagem de perfil

De LegoLuna a 13.03.2017 às 20:34

Oh Sr. Incógnito queres com isso dizer que eu era má de cama? Essa doeu...
Sem imagem de perfil

De Fiquemos pelo anonimato a 14.03.2017 às 09:25

Cara Solteira,

Não foi com essa intenção. Existem outro factores que levam a procurar fora de casa, como o carinho, amor, atenção, etc.
Não só o prazer carnal.
Imagem de perfil

De LegoLuna a 14.03.2017 às 09:41

Ah ah ah.
Se antes já me tinhas matado, agora enterraste de vez.
Suponhamos que não seja nenhum destes factores, nem os de ontem, muito menos os de hoje. Que diz V. Excia. disso?
Sem imagem de perfil

De Fiquemos pelo anonimato a 14.03.2017 às 11:31

Não poderei opinar muito mais pois não a conheço.
Aconselho a fazer um retrospectiva da sua vida amorosa e avaliar o que passou de menos bom para melhorar o que está errado.
Sem imagem de perfil

De linguamagica a 15.03.2017 às 15:29

Eles lá sabem e pelos vistos tem razão pois aconteceu sempre...
Devia a senhora falar com uma mulher mais madura e sabida de forma a aprender certos truques e depois poder cativar o namorado de forma a não terem de ir fora buscar o que é bom...
Imagem de perfil

De LegoLuna a 15.03.2017 às 20:50

Obrigada pela sugestão, mas sei perfeitamente qual o motivo: os gajos eram mesmo infiéis patológicos e eu permissiva e liberal.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D