Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


fraude-formacic3b3n-bonificada.png

Pertenço ao grupo do Facebook Emprego Lisboa, onde, além de partilharmos as ofertas e oportunidades de trabalho e formação, vamos discutindo tudo o mais que tenha a ver com o drama nosso da procura por um trabalho.

 

E muito se tem falado entre nós acerca das empresas fakes, que abundam por aí a recrutar incautos e a extorquir dinheiro aos mais despreparados. E a pergunta que a maior parte dos aliciados têm feito é: "como é que conseguiram os meus dados, se não respondi a nenhum anúncio deles?"

 

Pois, eu tenho a resposta. E esta é verdadeira, pois resulta de uma experiência que fiz - porque não dizer armadilha -, através da qual obtive a prova concreta de como funciona esta dinâmica corrupta e amoral.


Dias atrás, forneci um endereço de e-mail único (que tinha acabado de criar propositadamente para o efeito) a um desses sites que praticamente nos "obriga" a registar para podermos ver as ofertas ou responder a anúncios. Não forneci esse endereço a mais ninguém.


Ontem, toca-me o telefone e uma senhora atipicamente empática diz-me que me estava a contatar na sequência de uma candidatura a uma vaga de apoio ao cliente. Tenho respondido a tantos anúncios que mal me lembro de todos eles, pelo que me dispus a agendar uma entrevista com eles. Diz-me ela que depois enviaria a morada por sms. 30 segundos depois, recebo o tal sms a dizer que a entrevista seria na rua Alexandre Herculano, nº 2. Preciso dizer mais?


Já me tinham contatado da JR Marketing Solutions, da Lemonade e agora foi a VanSN Marketing, membros honorários da nossa lista de empresas fraudulentas.


Após constatar a empresa por detrás do convite de entrevista, pus-me a pensar como é que tinham tido acesso aos meus dados, já que nunca na vida responderia a um anúncio que viesse da parte deles. Ocorreu-me ir checar o inbox desse endereço de e-mail (que não tinha dado a mais nenhum recrutador) e estava lá a mensagem de confirmação da entrevista por parte da VanSN.

 

Era a prova que me faltava. Ou seja, o site no qual inscrevi-me com esse endereço os forneceu a esse grupo, sem pudor, sem escrúpulos e sem o meu consentimento. Quando digo forneceu, quero dizer "vendeu" ou são eles próprios os donos destes sites.

 

Por isso, aos camaradas de luta, deixo um alerta: muito cuidado com os sítios onde deixam os vossos dados. Alguns deles são autênticos mercenários que se aproveitam do drama dos desempregados para montar um verdadeiro negócio de base de dados, que depois vendem ao desbarato a empresas fraudulentas do qual todos nós já aqui discutimos.

 

Ainda há dias, a Sic Notícias exibiu uma reportagem sobre esse submundo do recrutamento, em que ofertas de emprego falsas servem o único propósito de angariar contatos, que mais tarde serão convertidos em bases de dados, que depois serão vendidos a empresas sob a forma de mailing list.

 

E não penses que as empresas ditas "idóneas" também não fazem isso. Vou dar-te um exemplo: há uns tempos atrás candidatei-me a uma vaga na Nestlé Portugal. E, coincidência das coincidências, a partir daí tenho recebido religiosamente a newsletter deles. Agora a pergunta: como obtiveram eles este meu endereço, que só uso para questões profissionais? Eu candidatei-me a um emprego e não a receber propostas comerciais.

 

A todos os desempregados que seguem este meu blog despeço-me com um alerta: fiquem atentos a ofertas e sites duvidosos e não se ponham a jeito, pois o mercado de trabalho está cheio de pessoas mal-intencionadas, que não hesitam em lucrar com o infortúnio alheio.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D