Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


jobsearch.jpg

 

Um dia destes - e farta até à medula do snobismo e desprezo dos recrutadores da minha área, criaturas que, pura e simplesmente, decidem que a minha candidatura não é a melhor oferta para as suas empresas, sem nem sequer me darem o direito a uma entrevista – resolvi repostar à altura.

 

Tendo plena consciência de que jamais seria contatada para uma entrevista, já que não preenchia o requisito maior (a língua), aventurei-me a submeter a minha candidatura escoltada por uma carta de motivação, hum... no mínimo original, para não dizer outra coisa. Crazy, pronto já disse!

 

Os desired skills and experience - a vaga era para marketing specialist - eram nestes termos:

  • Univ. Degree (Economics, Management or Marketing);
  • Ideally having 1-2 years experience working in mobile operators, mobile aggregators or digital marketing;
  • Strong analytical skills;
  • Proficiency in Excel (mandatory);
  • Excellent written and spoken English;
  • Strategic thinker with strong collaborative and communication skills;
  • Flexibility for travelling.

Até aqui nada de novo, aliás estes requisitos são o pão-nosso-de-cada-dia exigido até ao candidato a profissional de limpeza - não que eu tenha algo contra, até porque, pelo andar da carruagem, um dia destes entro para a classe). A razão deste post é precisamente a minha resposta. Ei-la:

"Do bla bla blá do costume – eu sou isto, eu sou aquilo e por aí adiante - já devem estar os senhores fartos (e eu também, confesso!), pelo que limitemo-nos aos factos, que esses sim é que interessam.

Porque não devem considerar a minha candidatura

  1. Sem experiência no vosso business core (ser consumidora compulsiva conta?)
  2. No excellent written and spoken english (decorre em juízo uma ação cível contra a minha progenitora por ter-me parido em terras lusas e não anglófonas. Até o veredito, excelência só mesmo no português e no francês)
  3. Excel offline há um bom tempo, pelo que não garanto tê-lo na ponta da língua
  4. 38 anos, isto é, quase a expirar o prazo de validade para o mercado laboral
  5. Africana (vulgo preta)

Porque devem considerar a minha candidatura

  1. Dois canudos: licenciatura em comunicação empresarial e mestrado em marketing estratégico
  2. Bastante experiência no digital
  3. Affairs com a Huawei, Microsoft, Intel, Cisco e Wavecom
  4. Solteira e sem filhos, logo, com total disponibilidade para viajar e para dar o couro pela empresa
  5. Invulgar sentido de excelência (só existe uma forma de se fazer as coisas: bem feitas!)
  6. Inteligência e cultura geral acima da média
  7. Não existe problema que não possa ser resolvido
  8. Interesse (amoroso, claro!) num colaborador vosso (O rapaz lá do ginásio)
  9. Pessoa na qual se pode confiar sem reservas
  10. Autora de um blog e de um relatório médico sobre o estado de saúde da estratégia de marketing da vossa empresa.

Como podem constatar o saldo é francamente positivo. Vejamos: 10 prós menos 5 contras é igual a 5 prós. Será o suficiente para passar à fase da entrevista?

 

Preciso mesmo contar-te qual foi a reação deles? Penso que não, até porque tenho levado com feedbacks iguais a esse over and over again no último semestre. Mas soube-me pela vida - oh se soube! - já que precisava lavar a alma e ficar com a última palavra. Uma vez cometida a pestice do dia, indo eu indo eu a caminho do LinkedIn...

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Imagem de perfil

De Os bloggers a 22.01.2016 às 15:15

Olá,
Um dos pontos que os recrutadores menos gostam são os erros ortográficos, segundos os expert's isso mata logo um CV. Por isso, nesta frase "resolvi repostar à altura", deveria ser "ripostar"
Imagem de perfil

De LegoLuna a 22.01.2016 às 16:22

Não houve ortográfico nenhum, até porque fiz o trabalho de casa e confirmei. O verbo "repostar" existe, a par do ripostar, e significa "replicar". Poderá confirmar isso numa breve deslocação à lupa ou para lhe facilitar o trabalho, deixo-lhe aqui um link http://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/repostar.
Se há coisa com a qual tenho cuidado redobrado é com o uso correto da língua, sobretudo na procura de emprego, uma vez que, como disse e bem, os recrutadores estão sempre à cata da mínima falha para nos descartar. Mas agradeço na mesma a dica e o interesse em ler o meu blog. Fica bem e até uma próxima oportunidade.
Sem imagem de perfil

De Margarida Diogo Barbosa a 22.01.2016 às 15:29

Não leve a mal, mas fui recrutadora no passado e não posso deixar de comentar. Em 1º lugar creio que gasta muita energia naquilo que não lhe traz retorno, mas sobretudo mostra à empresa para onde envia a sua candidatura alguma imaturidade.
O anúncio onde hoje o seu perfil não encaixa, amanhã pode servir perfeitamente, mas o estigma agarrado a si por causa de uma atitude de mero desabafo.
Nota: A selecção de CVs é efectivamente a 1ª fase de triagem num processo de recutramento, pelo que não pode ficar zangada por não a "deixarem" chegar à fase de entrevista. Veja se o seu CV é o mais adequado, se está a falar com as pessoas certas e aposte mais em candidaturas espontâneas onde aí sim pode ser mais "criativa".
Boa sorte e felicidades...
Imagem de perfil

De LegoLuna a 22.01.2016 às 16:32

Cara Margarida, obrigada pelo seu contributo.
Penso que a sua análise é bastante pertinente, mas creio que não apanhou o espírito da minha brincadeira.
Eu não estava zangada com essa empresa, até porque nunca antes tinha tido qualquer contato com ela.
Sabendo que não preenchia os requisitos por eles exigidos, resolvi encarar a coisa de forma diferente.
Isto é, diverti-me a escrever a carta - e de que maneira - e a pessoa que o leu mais ainda. Tanto assim é que a pessoa respondeu a dizer que tinha ganho o dia à conta das gargalhadas que a minha (original) carta lhe arrancou.
O espírito foi: face à adversidade, reaja com bom humor e uma boa dose de criatividade. Se calhar nós marketeers vemos a questão de uma forma diferente de "vocês" recrutadores.
De qualquer maneira, obrigada pela sua dica. Tudo de bom.
Sem imagem de perfil

De M. a 22.01.2016 às 20:21

Gostei do seu Post.
Estou desempregada (A long, long time ...) e também, I'm single.
Só quem anda nestas andanças a fio e mesmo percebendo o outro lado (recrutador).
É que com conhecimento de causa, poderá entender o desespero que isto é.

Boa Sorte.

Imagem de perfil

De LegoLuna a 22.01.2016 às 21:30

Obrigada M. Boa sorte para todas nós desempregadas. Que, em breve, possamos partilhar algo do género: "depois de muito tentar, finalmente consegui..." Combinadas? Força aí que estamos juntas!
Sem imagem de perfil

De M. a 23.01.2016 às 08:14

Combinadas! ;) :)
Sem imagem de perfil

De João Gomes a 23.01.2016 às 08:01

Já pensou em aprender Inglês? Ou praticar os seus conhecimentos de Excel ?
Sem imagem de perfil

De M. a 23.01.2016 às 08:34

Perante o seu comentário só me ocorre dizer: “pimenta no c… dos outros é refresco”.
Sem imagem de perfil

De João Gomes a 23.01.2016 às 08:56

Creio que as minhas perguntas são bastante pertinentes... e não estou a tentar ofender ninguém. Parece-me, segundo o que a autora do blog afirma, que poderiam ser duas actividades às quais dedicar o seu tempo para acabar com a sua situação de desemprego. E se está tão preocupado(a) em saber da minha situação, actualmente, também me encontro no desemprego e estou a investir na minha formação para que isso mude rapidamente: aprendendo uma nova língua e investindo em conhecimento na minha áre específica.
Sem imagem de perfil

De M. a 23.01.2016 às 09:54

So, good luck to you too.
And sorry if English is not the best, is written in: Google translator.
Imagem de perfil

De LegoLuna a 23.01.2016 às 12:36

Mas eu sei falar inglês, até porque nos dias de hoje profissional da minha área que não domine a língua, não vai longe. A excelência é que não possuo, pois, a meu ver, isso só para quem é nativo ou passou uma temporada a estudar em terras anglófonas. Mas, o teu conselho é pertinente: o meu próximo desafio é um curso avançado da língua. Quanto ao Excel, já estou a praticar. Grata pela tua opinião. Sábado bom.
Sem imagem de perfil

De João Gomes a 23.01.2016 às 21:39

Boa! Então ficam os meus desejos de sucesso! E para o teu blog também. :)
Imagem de perfil

De Miss Messy a 18.08.2016 às 11:29

Vim aqui parar ao Blog um pouco de paraquedas e já me ri muito com o teu sentido de humor. Entendo perfeitamenta o teu "desespero" pois também sou da mesma área, tenho uma série de cursos, especializações e afins mas infelizmente nunca consegui trabalhar naquilo que realmente gosto - ainda que não me possa queixar porque, colegas à parte, tenho um óptimo trabalho.
Acho que num mundo laboral tão aborrecido como o nosso, destacam-se aqueles que inovam e que demonstram criatividade.

You made my day!
Boa sorte!

Beijinho
Imagem de perfil

De LegoLuna a 18.08.2016 às 11:33

Querida Miss Messy, quanta amabilidade da tua parte. Redundância à parte, tu fizeste-me ganhar o dia. Espero ver-te mais vezes por cá. Outro beijinho meu.
Imagem de perfil

De Carolina Paiva a 12.10.2016 às 11:18

Olá! :)

Só posso dizer que adorei este teu post, acedi hoje pela primeira vez ao teu blog e tenho andado a cuscar!

Trabalhei alguns anos na área de RH e achei imensa piada à tua resposta à oferta de emprego. É sem dúvida algo que chama a atenção e mais do que isso: é sincera (o que é muito difícil de encontrar hoje em dia).

O único problema, na minha opinião, é o facto de estarmos em Portugal e ainda não estarmos nesse nível de pensamento "out-of-the-box" no que toca ao R&S.

Se estivesses, por exemplo, nos EUA, penso que a resposta por parte das empresas teria sido diferente.

Continua assim.

Beijinhos*


Imagem de perfil

De LegoLuna a 12.10.2016 às 11:29

Olá olá.
Fico-te grata pela visita, pela leitura, pelo comentário, mas sobretudo por ter "entendido" o meu modo de pensar.
Post Scriptum - Espero ver-te por cá mais vezes (não pude resistir ao trocadilho).
Imagem de perfil

De Carolina Paiva a 12.10.2016 às 11:34

De nada! Vou continuar a passar por aqui para me pôr a par das aventuras.
Obrigada pela atenção do trocadilho.

Beijinhos*
Imagem de perfil

De LegoLuna a 12.10.2016 às 11:37

Tamos juntas!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D