Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónicas e confissões de uma rapariga gira e bem resolvida que (ainda) não cumpriu o papel para a qual foi formatada: casar e procriar. Caso para cortar os pulsos ou dar graças? Talvez nem uma coisa nem outra!


02
Nov15

o-woman-crying-facebook.jpg

 

Quando perdemos alguém que amamos, sobretudo quando alheio à nossa vontade, sofremos muito (nessa matéria sou pós-doutorada, e com distinção, acreditem!). No entanto, é possível encurtar o tempo que se demora a recuperar de um desgosto amoroso. Para tal a revista Super Interessante aponta três dicas baseadas em estudos:

 

1. Tratar como se fosse uma droga

Helen Fisher, professora de antropologia e pesquisadora do comportamento humano na Universidade Rutgers, nos EUA, chegou à conslusão que o amor desperta as mesmas zonas no cérebro que a cocaína ou o tabaco, logo pode viciar tanto como qualquer droga. Sendo assim deve ser tratado como tal. Livrar-se de tudo o que faça lembrar o(a) ex é imperativo.

 

2. Acabar com a obsessão

Por sua vez, o psicólogo Robert Stemberg, da Universidade de Oklahoma, defende quatro formas rápidas de se evitar recaídas: focar-se nos defeitos; ter sempre em mente que "quando um não quer, dois não fica junto"; continuar a acreditar no amor e conhecer outras pessoas; e manter-se ocupado.

 

3. Deixar o tempo passar

Fisher percebeu que quem tinha terminado um relacionamento apresentava uma atividade menor na região associada à sensação de apego, por isso sugere um truque para sentirmo-nos melhor: abraços de familiares ou amigos, uma vez que ajudam a confortar o espírito e a acalmar a alma.

 

Não é preciso ser-se uma especialista em ciências da mente para reconhecer a validade e fiabilidade destas indicações. No meu caso particular, a terceira é a única que tem realmente funcionado. Quase cinco anos já lá vão e ainda continuo em rehab. Um dia de cada vez, que o caminho é para a sempre!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D